vida

Alimentação adequada pode evitar crise da mulher devido à TPM

O que você leva em consideração ao escolher o cardápio de um jantar? Sabores exóticos, pratos elaborados, uma boa bebida?…

09 de fevereiro de 2010 - 11:20

Da Redação

Compartilhe

O que você leva em consideração ao escolher o cardápio de um jantar? Sabores exóticos, pratos elaborados, uma boa bebida? Inúmeras receitas podem agradar. Entretanto, de acordo com a ginecologista Mara Diegoli, do Hospital das Clínicas da FMUSP, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, dependendo do dia que o jantar estiver marcado, o paladar não deve ser o único fator levado em conta. Especialista no assunto Tensão Pré-Menstrual, a doutora adverte que uma alimentação adequada pode fazer a diferença e evitar uma futura “explosão” da mulher.


De acordo com ela, o início da TPM varia de pessoa para pessoa, podendo ocorrer até 15 dias antes da menstruação. Normalmente, porém, os sintomas importantes vão se tornando mais intensos com o passar dos dias e o auge é a véspera da menstruação. “É comum a mulher ‘explodir’ um dia antes de menstruar, ficar descompensada”, observa, citando agressividade, irritabilidade, ansiedade, tensão, depressão, choro fácil, dor de cabeça e dores generalizadas no corpo como os principais sintomas.


A médica lembra que apenas recentemente foi verificado que os hormônios femininos interferem no nível de serotonina (substância responsável pelo humor), provocando muitos efeitos psíquicos da tensão pré-menstrual. “Durante muito tempo, a TPM foi considerada ‘frescura’ de mulher”, reforça, informando que, no estágio leve de tensão, medidas simples como mudança na alimentação podem melhorar bastante os sintomas.


O chocolate costuma diminuir a irritabilidade e a ansiedade da mulher. Entretanto, quando ingerido em grande quantidade tende a permanecer no organismo gerando aumento de peso. “A orientação é a de consumir em pequena quantidade, ou trocar por alguma fruta mais adocicada como morango, manga e banana”, cita.


 Diminuir a quantidade de produtos que contenham cafeína (especialmente à noite) e sal pode ajudar a combater a TPM. “A cafeína é usada pela mulher para diminuir a tensão, mas, por outro lado, aumenta a insônia, que é muito frequente e incômoda na TPM”. Já o sal deve ser evitado porque nos dias que antecedem a menstruação é comum a mulher reter líquido e ficar inchada.


A bebida alcoólica também merece cuidado especial, nessa época. “A autoestima da mulher fica mais fragilizada durante a TPM e o álcool não deve servir como válvula de escape. Se a pessoa beber, deve ser apenas uma dose”.


A doutora destaca que 75% das mulheres podem ter diferentes tipos de sintomas, mas só 30% precisam de acompanhamento especializado e apenas 8% necessitam de medicamento. Segundo ela, a maior parte dos problemas ocorre quando o período de TPM coincide com situações de estresse. “No ambiente de trabalho, por exemplo, irritabilidade e agressividade são importantes causas que levam a demissões de mulheres. Já a dor de cabeça e a depressão são grandes responsáveis pela abstinência (falta) ao trabalho”, aponta.


Em algumas mulheres, a ocorrência de dor de cabeça pode vir um dia antes ou até nos dois primeiros dias da menstruação. “A intensidade é variável, mas tende a ser mais forte nas pacientes que sofrem de enxaqueca”, alerta a doutora Mara Diegoli.

LEIA TAMBÉM: