vida

Detalhes úteis

Deixar o idoso em uma casa de repouso, em um local estranho e longe do contato diário é uma responsabilidade…

05 de fevereiro de 2010 - 19:31

Da Redação

Compartilhe

Deixar o idoso em uma casa de repouso, em um local estranho e longe do contato diário é uma responsabilidade enorme. Sendo assim, é importante atentar a alguns pontos, às vezes, pouco técnicos e mais intuitivos e perceptivos, para garantir que o parente a ser encaminhado para este novo lar estará em boas mãos.



Segundo a presidente do Conselho Municipal do Idoso (CMI), Rosa Maria Testa, o interessado deve observar se a casa é acolhedora, tanto no que diz respeito à higiene como à disposição dos quartos e salas.
 “Além de ver se é uma casa acolhedora e bem arejada, é essencial verificar se as pessoas estão bem de saúde, animadas, vestidas de maneira adequada”, explica. “São cuidados pequenos, como ver se o chão é antiderrapante, ou verificar se não existem empecilhos nas descidas de degrau, que fazem a diferença”, completa.

Rosa Maria ressalta, ainda, que é essencial manter visitas constantes, tanto para observar o atendimento que vem sendo prestado como manter o contato com o idoso. “O carinho e a presença são fundamentais para que os laços familiares sejam mantidos”, finaliza.

LEIA TAMBÉM: