De Macaíba (RN) para o resto do País, centro se torna referência em neurociência | Boqnews

Ciência feita no Brasil

30 DE MAIO DE 2022

De Macaíba (RN) para o resto do País, centro se torna referência em neurociência

Bacharel em Fisioterapia pela USP e pós-doutor em Fisiologia Humana, Edgar Morya falou do trabalho desenvolvido no Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra

Por: Fernando De Maria

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Terra de Augusto Severo, professor, aeronauta e deputado federal – que até empresta seu nome para rua em Santos -, Macaíba, na região metropolitana de Natal, é considerada um polo nacional de desenvolvimento de pesquisas na área de neurociências.

E a cidade se prepara para galgar novos planos, com a implementação de seu parque tecnológico em construção vizinha ao Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra.

A Prefeitura local busca apoio do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para definição dos próximos passos para submissão do projeto Moderniza Macaíba, cujo objetivo é virtualizar 100% da prefeitura, com a modernização do parque tecnológico municipal.

Assim, a previsão é que o projeto traga investimentos, via BNDES, na ordem de R$ 22 milhões voltados à renovação do parque.

Além da aquisição de data centers, servidores modernos, armazenamento de dados em nuvem e desenvolvimento de sistema e aplicativos que facilitem o acesso aos serviços públicos pela população.

Startups

Dessa forma, o novo espaço privilegiará três fontes de pesquisa para atração de startups: energias renováveis, indústria 4.0 e a área da saúde.

“São grandes áreas não só para o Rio Grande do Norte, mas também para o País”, salientou.

Dessa forma, além da participação do Instituto Santos Dumont, o espaço contará com o apoio dos governos do Estado, universidades, como a UFRN, e o sistema S (Senai, Sesc, Sebrae) no planejamento de ações e captação de recursos por meio de aceleradoras.

“O parque permite que as pessoas tenham ideias empreendedoras que não necessariamente precisam estar atreladas à parte acadêmica, como o mestrado”, salienta Edgar Morya, gerente do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra.

Bacharel em Fisioterapia pela USP e pós-doutor em Fisiologia Humana, o profissional participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias desta sexta (27).

Além disso, ele falou do trabalho desenvolvido pela organização social, que conta com apoio do Ministério da Educação.

Neuroengenharia

Além de atendimento à população por meio de atendimento a pacientes com problemas neurológicos, o instituto une pesquisa e ensino no mesmo espaço, como o mestrado em Neuroengenharia – o primeiro e único reconhecido pela Capes no País.

Assim, ele permite pesquisas no desenvolvimento de soluções para determinadas áreas da neurociência, como a relação cérebro-máquina e neuromodulação.

“Do interior do Rio Grande do Norte, queremos se tornar o grande instituto para o Brasil”, enfatiza.

Portanto, o centro de reabilitação do instituto atende pacientes com problemas nas áreas física, auditiva, visual e intelectual, mostrando sua relevância social.

Entre os estudos desenvolvidos estão os relacionados à interface cérebro-máquina.

Ou seja, onde estímulos elétricos são aplicados em áreas específicas no sistema nervoso como forma de garantir melhor qualidade de vida a pacientes de Parkinson, por exemplo.

Outros temas

Durante a entrevista, Morya falou dos estudos desenvolvidos com o uso da CBD (canabidiol) em tratamentos de doenças neurológicas.

“Pesquisas já mostram os efeitos positivos”, salienta.

O pesquisador também falou sobre o uso cada vez mais frequente da neurociência no mundo esportivo.

Assim, capacetes adotados por jogadores do Liverpool antes da grande final contra o Real Madrid  acabaram chamando a atenção da mídia sobre a novidade.

Dessa forma, trata-se da neuromodulação de um atleta que permite identificar o seu rendimento monitorando seu organismo e adequando o seu descanso pós-jogo.

“Isso ajuda a evitar problemas durante a atividade esportiva e até lesões”, salienta.

Confira o programa completo

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.