Cozinha

Decisão revogada

13 de janeiro de 2021 - 14:51

Da Redação

Compartilhe

Não durou duas semanas o pregão eletrônico 14.057/20, publicado no final do ano passado, ainda na gestão anterior, que previa a contratação de empresa para serviços de produção de alimentação escolar, incluindo a execução das preparações do cardápio escolar em escolas.

Na prática, terceirização do trabalho das merendeiras e demais profissionais nas unidades municipais.

Conforme publicado no Diário Oficial de hoje (13), a licitação, inicialmente em 12 meses, podendo chegar a 60, foi suspensa “Sine Die”. (sem data futura).

O pregão eletrônico estava previsto para ser realizado hoje (13).

Assim, inicialmente, 13 escolas municipais estavam incluídas na listagem.

Ontem (12), servidores e sindicalistas fizeram barulho em frente ao Paço Municipal.

Portanto, surtiu efeito.

Operação Prato Feito

Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM: