Projeto da extinta Dersa será adotado na obra do túnel Santos-Guarujá | Boqnews
Modelo - ainda não definitivo - de áreas onde haverá a entrada e saída do túnel entre Santos e Guarujá (lado de Santos). Pontos verdes indicam as intervenções. Foto: Reprodução

Opção

02 DE FEVEREIRO DE 2024

Projeto da extinta Dersa será adotado na obra do túnel Santos-Guarujá

Ao Boqnews, governador Tarcísio de Freitas confirmou que a escolha será pelo modelo da Dersa, que já conta com autorizações ambientais

Por: Fernando De Maria

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O projeto para acesso ao futuro túnel Santos-Guarujá será o da extinta Dersa.

A confirmação é do governador Tarcísio de Freitas.

Ao Boqnews, o governador informou que este será o modelo a ser adotado – e não mais da Autoridade Portuária.

O órgão federal previa a entrada no túnel nas imediações da sede da Capitania dos Portos.

A proposta, iniciada há mais de uma década e concluída na gestão do então governador Geraldo Alckmin, já tem autorização ambiental da Cetesb e todos os trâmites aprovados, agilizando os processos.

Apenas pequenas alterações devem ser feitas, mas não invalidam o estudo como um todo.

Hoje, Alckmin é vice-presidente da República.

“Faremos as audiências públicas assim como as desapropriações necessárias. Vamos tentar o mínimo de impacto, mas a proposta da Dersa será a colocada em prática”, salientou.

No entanto, ao contrário da ideia inicial do projeto – o local não será mais nas casas populares do bairro do Estuário.

Agora, o foco será na região do Macuco, próximo à Avenida Rodrigues Alves, iniciando nas proximidades onde hoje está a estação Porto do VLT, avançando pela Rua José do Patrocínio.

Na época, as obras do VLT sequer haviam iniciado, motivando a alteração para integração com o modal.

Conforme previsão do presidente da Autoridade Portuária, Anderson Pomini, 2024 se consolidará para a realização das etapas preparatórias, como audiências públicas e análises dos projetos para o lançamento do edital no segundo semestre.

E, após a licitação vencida, início das obras em 2025 – com entrega das obras (túnel e pistas de acesso) entre 2028 e 2029.

Rua José do Patrocínio é uma das que deverão receber as obras viárias de acesso ao túnel do lado de Santos. Desapropriações deverão ocorrer, segundo o governador. Foto: Fernando De Maria

Evitar desapropriações

Indagado, o prefeito Rogério Santos (Republicanos) reconheceu a decisão e disse que o tema esteve na pauta do encontro com o governandor Tarcísio na última quarta.

Na ocasião,  uma série de iniciativas  entraram em pauta, inclusive com a liberação de verbas às obras do Parque Palafitas, no Dique da Vila Gilda.

O prefeito enumera três premissas, como:

  • o mínimo possível de desapropriações ou possibilidade de desapropriação zero;
  • não construção de viadutos na área urbana de Santos;
  • estudos sobre impactos e investimentos na mudança do eixo do fluxo da travessia da Ponta da Praia (onde hoje estão as balsas, que ele defende a permanência, ainda que em menor fluxo) para a região do Macuco, especialmente no trecho entre as avenidas Rodrigues Alves e Afonso Pena.

“Tudo isso será estudado com os governos do Estado e Federal para que cause o menos impacto possível e que soluções sejam encontradas”.

Ele acredita no bom senso e na união de propósito para o bem coletivo.

Conforme Santos, o projeto está pronto e licenciado, mas algumas pequenas alterações nas embocaduras podem ocorrer.

Caminhões não

Neste sentido, o prefeito também se mostra contrário à circulação de caminhões de porte no túnel .

“A prioridade será dos automóveis e transporte público”, salientou.

Além de veículos, o túnel receberá ciclovia e passarela para os pedestres, com possibilidade de expansão do VLT – Veículo Leve sobre Trilhos (por isso, a alteração para o ponto mais próximo da estação Porto).

No entanto, a proposta original prevê a circulação de caminhões dentro do escopo para redução da tarifa e viabilização da obra, por meio da PPP – Parceria Público Privada.

Assim, ela deve ser mantida pela futura empresa vencedora da licitação por meio do programa de parceria público-privada.

 

Leia mais

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.