Tempo

Alta da maré provoca assoreamento em canais de Santos

Além disso, nova frente fria vai elevar a maré a partir da madrugada desta quinta-feira, segundo o NPH – Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Unisanta.

26 de fevereiro de 2020 - 17:21

Da Redação

Compartilhe

 

Assoreamento ocorreu nos canais 2 e 3. Foto: Nando Santos

 

A maré alta do último final de semana trouxe transtornos em vários pontos da Baixada Santista.

Na orla santista, ela atingiu até a avenida, atingindo os quiosques à beira-mar.

Como reflexo, pelo menos dois canais, o 2 e o 3, estão assoreados, impedindo o escoamento da água, no trecho junto à avenida da praia.

Assim, toda a extensão está coberta de areia, sendo possível andar sobre os mesmos.

No Canal 3, funcionários da equipe de limpeza tiram a areia acumulada para garantir o restabelecimento do fluxo da água.

No Canal 2, a situação é ainda pior.

As muretas do canal simplesmente desapareceram atingindo até a ponte que agora liga um trecho de areia a outro.

Em razão da ressaca que atingiu a Ponta da Praia, começou a instalação de pedras para diminuir o impacto das ondas na avenida da orla. Foto: Beto Iafullo

Tempo

E a situação tende a piorar.

Devido ao avanço de uma frente fria, ocasionando ventos fortes, o nível do mar voltará a se elevar.

Segundo o NPH – Núcleo de Estudos Hidrodinâmicos da Universidade Santa Cecília (Unisanta), a maré poderá ultrapassar 1,8 metros nesta quinta, com pico por volta das 17 horas, e ultrapassar 1,9 metros no interior do estuário às 17h20, uma diferença superior de 50 cm em relação à tabua das marés.

Não bastasse, o mar ficará agitado e há probabilidade de alagamentos.

Na madrugada desta quinta, a previsão do nível do mar vai variar de 1,8 a 2 metros.

 

Mar agitado atingiu as muretas na Ponta da Praia. Foto: Beto Iafullo

LEIA TAMBÉM: