Após mais de 40 dias da ressaca de abril, obras na orla serão realizadas | Boqnews
Nando Santos / Arquivo

Santos

11 DE JUNHO DE 2016

Após mais de 40 dias da ressaca de abril, obras na orla serão realizadas

Este reparo, segundo a prefeitura, tem duração de até cinco meses para ser finalizado, e está orçado em R$ 504.922,74

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Nos dias 27 e 28 de abril, ocorreu uma grande ressaca do mar na Baixada Santista. A região da Ponta da Praia, em Santos, ficou completamente alagada e teve que ser interditada, assim como a travessia de balsas. Parte das tradicionais muretas que separam o mar e as pedras das calçadas — símbolo turístico da Cidade — foram destruídas em razão da força das ondas.
muretas, ressaca do mar, ponta da praia
Por mais que esta seja uma área de grande circulação tornando-se propícia a queda de pedestres, por exemplo, as obras para a recolocação das muretas, no entanto, só iniciaram na última quinta (8), 40 dias após o ocorrido.

De acordo com nota enviada pela prefeitura, “para a execução dos serviços, a administração teve de abrir processo emergencial para a escolha de empresas interessadas, reserva financeira, assinatura do contrato e início das obras”. Segundo o Diário Oficial de quinta (9), a empresa FortNort foi a escolhida, sem licitação, para a execução de serviços emergenciais de manutenção das muretas, calçadas, deck de madeira e pisos de concreto, sem processo licitatório. Este reparo, segundo a prefeitura, tem duração de até cinco meses para ser finalizado, e está orçado em R$ 504.922,74.

Esta não foi a primeira vez que a Ponta da Praia é gravemente afetada pela força das ondas. O material permanecerá em concreto armado, porém, a prefeitura destaca que a mureta será mais reforçada com ancoramento no muro de fundação.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.