Baixada Santista recebe 17 profissionais do Mais Médicos | Boqnews
Foto: Divulgação

Saúde

09 DE OUTUBRO DE 2017

Baixada Santista recebe 17 profissionais do Mais Médicos

Na Baixada, as cidades contempladas são Guarujá (6 profissionais), Praia Grande (3), Santos (3), Cubatão (2), São Vicente (2) e Bertioga (1)

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Programa do Ministério da Saúde está atraindo mais médicos brasileiros interessados em participar. Foto: Divulgação

A partir desta segunda-feira (9) 338 profissionais brasileiros formados no exterior, do programa Mais Médicos, irão começar a atuar na atenção básica de 114 municípios, em São Paulo.

Pelo menos 17 deles virão para cidades da Baixada Santista e dois para Ubatuba, no Litoral Norte.

Na Baixada, as cidades contempladas são Guarujá (6 profissionais), Praia Grande (3), Santos (3), Cubatão (2), São Vicente (2) e Bertioga (1).

Os médicos fazem parte dos cerca de 1.400 brasileiros que aderiram ao último edital do projeto.

Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do país, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total.

No estado de São Paulo, 2.152 médicos já atuam pelo Mais Médicos.

A prioridade da pasta é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento médico à população.

O número de médicos brasileiros participantes do Programa Mais Médicos aumentou 44% em menos de um ano.

Santos e Guarujá

Em Santos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde,  os profissionais irão atuar na rede de Atenção Básica, a princípio nas unidades de Saúde da Família do Valongo, Bom Retiro e São Jorge.

Os médicos intercambistas são brasileiros formados na Bolívia e estão em reconhecimento dos territórios, unidades e protocolos de atendimento, além de treinamento do sistema IntegraSaúde.

A rede de Santos terá o acréscimo de um profissional (totalizando 27), porque dois dos médicos intercambistas irão repor contratos não renovados.

Um terceiro médico (cubano) casou-se com uma brasileira e continuará atuando no programa.

Em Guarujá, eles irão substituir os profissionais que já estavam e foram substituídos, ou seja, não houve acréscimo de profissionais do Mais Médicos.

Fazem parte do quadro de profissionais: Liberdade Barbosa, 43 anos, do Acre; Luciana Ribeiro Mota, 40 anos, Uberana (Minas Gerais); Icuriti de Souza Pinheiro, 39 anos, Guajará Mirim (Rondônia); Hélio Sales de Amorim, 43 anos, Corumbá (Mato Grosso do Sul); e o casal Kelly Regina de Lucena Palone Fernandes, 37 anos, e Rodrigo Santiago Palone Fernandes, 42 anos, de Ji-Paraná (Rondônia).

 

Médicos brasileiros

Essa é a segunda fase do edital. A primeira foi voltada exclusivamente aos médicos brasileiros formados no país.

Esses novos profissionais iniciam as atividades em Unidades Básicas de Saúde em cerca de 800 municípios de 25 estados e Distrito Federal, além de 8 DSEIs.

Juntos, eles devem cobrir região com 4,8 milhões de pessoas. Ao todo, foram 1.985 inscritos, mais de um candidato por vaga.

Durante o mês de setembro, os novos médicos passaram pelo módulo de acolhimento realizado em Brasília (DF).

Os profissionais participaram de oficinas educacionais sobre temas diversos, como legislação referente ao Sistema Único de Saúde (SUS), protocolos clínicos de atendimento do SUS, língua portuguesa e código de ética médica.

Por fim, os intercambistas realizaram uma avaliação de conhecimento, necessária para a aprovação do profissional participante.

 

Avanços

O Ministério da Saúde avançou em alguns aspectos em relação ao projeto. Um deles foi a renovação por mais três anos do programa.

Além disso, a pasta conseguiu reajustar o valor da bolsa anualmente aos médicos participantes, e concedeu, também, um acréscimo de 10% nos auxílios moradia e alimentação de profissionais alocados em distritos indígenas, que passou de R$ 2.500 mensais para R$ 2.750.

Recentemente, neste mês, o Ministério da Saúde por meio de portaria reajustou também em 10% o valor máximo e mínimo (varia conforme a localidade) repassados pelos municípios aos participantes para custeio de moradia e alimentação.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.