cidades

Bomba-relógio

A Baixada Santista ainda não é o Rio de Janeiro em relação à segurança, mas poderá se transformar no futuro…

24 de outubro de 2008 - 16:52

Da Redação

Compartilhe

A Baixada Santista ainda não é o Rio de Janeiro em relação à segurança, mas poderá se transformar no futuro bem próximo. O tráfico está presente nas principais favelas da região e para algum desconhecido entrar nelas há a necessidade de pedir autorização aos chefes do local. Isto acontece com funcionários de empresas de serviços públicos, da Defesa Civil e até universitários, que realizam atividades de extensão em núcleos carentes. Todo mundo sabe disto. Será que a polícia não?

LEIA TAMBÉM: