Câmara de Santos vota nesta terça (16) PL que aumenta repasse para CET | Boqnews
Foto: Ronaldo Andrade/Divulgação -PMS

Santos

16 DE AGOSTO DE 2022

Câmara de Santos vota nesta terça (16) PL que aumenta repasse para CET

Se aprovado, os valores dos repasses têm sido crescentes, saindo de R$ 24 milhões no início do ano passado para R$ 37,5 milhões agora

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O prefeito Rogério Santos (PSDB) encaminhou à Câmara projeto de lei que autoriza a Prefeitura a ampliar o repasse para a CET em R$ 7,5 milhões.

Se aprovado, o montante é um adicional de 25% em relação ao valor já aprovado no final do ano passado pelo Legislativo, no total de R$ 30 milhões.

O PL será votado em primeira instância na sessão desta terça-feira (16).

No ano passado, a CET recebera por meio de convênio o montante de R$ 24 milhões por serviços prestados à Prefeitura.

O valor chegou a ser aditado em R$ 3 milhões ao longo de 2021.

Portanto, em pouco mais de um ano, os valores solicitados pela empresa à Prefeitura, sob a alegação de serviços prestados, aumentaram 56%.

Isso se o repasse for aprovado.

Ou seja, saindo de R$ 24 milhões previstos no início de 2021 para R$ 37,5 milhões agora.

Na justificativa, o prefeito explica que o aditamento representa a cobertura de custos para a execução de serviços.

Como operação e fiscalização do trânsito (R$ 5 milhões) e projetos e obras de modernização da sinalização viária (R$ 2,5 milhões).

Greve e radares

Dois fatores contribuíram para a empresa pedir este acréscimo no repasse, algo que já era esperado pela Prefeitura.

Assim, a greve dos servidores da CET, que durou semanas, e a interrupção dos serviços de radares na Cidade, que ficou por meses sem funcionamento, iniciado em meados de abril passado.

Alguns dos 25 previstos, aliás, ainda não voltarem a funcionar em razão da mudança da empresa que venceu a licitação.

Os radares representam 42,96% do total da arrecadação em multas levando em consideração o montante arrecadado no ano passado.

Portanto, foram R$ 46.239.134,37 em 2021.

Dessa forma, R$ 19,864 milhões apenas neste tipo de multa.

Média diária de quase R$ 55 mil a menos que entrava nos cofres da empresa (confira reportagem do Boqnews).

Assim, deixaram de entrar a medida que os equipamentos foram retirados.

Com a queda na arrecadação por causa dos radares inativos e o reajuste dos servidores, o pedido pelo aumento era questão de tempo, como observa um vereador da base de sustentação.

Boqnews apurou que os vereadores não deverão criar obstáculos para a aprovação deste termo aditivo.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.