Histórico

Carros ferroviários de passageiros são entregues à Cidade

Os carros foram entregues nessa quinta (20); o prefeito Paulo Alexandre Barbosa garantiu que eles estarão bem cuidados em Santos

21 de dezembro de 2018 - 10:26

Da Redação

Compartilhe

Os três carros ferroviários de passageiros originalmente de propriedade da São Paulo Railway, que estavam sob posse do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), foram oficialmente entregues à Prefeitura nesta quinta-feira (20).

Eles estão no armazém 12A, do Valongo.

Após assinar o termo oficial de cessão em cerimônia e receber simbolicamente as chaves, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa fez questão de reconhecer o grande valor histórico dos carros e garantiu que estarão em boas mãos.

“Santos é uma cidade que respira e preserva a história. Não há lugar melhor para essas relíquias ficarem”, comentou, lembrando do sucesso da linha turística do bonde e do trabalho de restauração dos elétricos que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) realiza.

De acordo com o chefe do Executivo, a Prefeitura vai estudar formas para que a população possa conhecê-los.

O diretor de infraestrutura do DNIT, Charles Magno, revelou que outras cidades também pleiteavam a cessão.

No entanto, Santos foi escolhida por sua importância histórica e valorização do turismo.

Luxo

De 1909, o mais luxuoso é chamado de vagão Presidencial porque era usado para viagens inaugurais e com autoridades, tanto que transportou ex-mandatários do País como Getúlio Vargas, Afonso Pena e Washington Luís.

Possui 16 poltronas estofadas e banheiro.

O carro Administrativo, de 1913, era utilizado em viagens de inspeção por técnicos e engenheiros ferroviários.

Possui uma cauda panorâmica (de vidro) e capacidade para 23 pessoas.

Já o Buffet Pullman (1922) foi usado pela São Paulo Railway até 1947.

Inclusive nas viagens regulares entre Santos e a Capital.

Com capacidade para 14 pessoas, tem cozinha com bar e banheiro.

Em 2009, os carros receberam uma restauração completa mantendo todos os aspectos originais do início do século 20.

No último dia 7 de dezembro, foram trazidos a Santos e desceram a serra via Paranapiacaba.

LEIA TAMBÉM: