cidades

Entidades beneficentes podem participar do Carnaval Solidário

O desfile oficial das escolas de samba, promovido pela prefeitura desde 2006 na Passarela Dráusio da Cruz (Zona Noroeste), terá…

07 de fevereiro de 2011 - 14:04

Da Redação

Compartilhe

O desfile oficial das escolas de samba, promovido pela prefeitura desde 2006 na Passarela Dráusio da Cruz (Zona Noroeste), terá uma novidade este ano, o Carnaval Solidário. A iniciativa, de 5 a 7 de março, consiste na exploração de 14 lanchonetes do evento por entidades beneficentes. O regulamento foi publicado nesta sexta-feira (4) no Diário Oficial de Santos, à página 6, e também pode ser consultado no site da prefeitura.

Os representantes das instituições interessadas devem se inscrever no Fundo Social de Solidariedade (Av. Conselheiro Nébias, 388) amanhã (8) e quarta-feira (9), das 9h às 12h e das 14h às 17h. Podem participar as entidades beneficentes de assistência social (de acordo com a lei 12.101/2009) com sede em Santos; sem fins lucrativos; realizam atendimento permanente à população carente da cidade; não possuam impedimento à participação de eventos da prefeitura; estejam adimplentes com prestação de recursos públicos e sem débitos com a administração municipal; e declarem ter o insumo necessário até dez dias para o início do evento.

Após a confirmação das inscrições, haverá sorteio para definição das entidades participantes e os lotes que irão ocupar. A presidente do Fundo Social, Silvia Papa, explica que o ‘Carnaval Solidário foi criado pela prefeitura para possibilitar às instituições mais uma oportunidade de captação de recursos, que se soma a outras iniciativas como a Festa Inverno, Feira da Solidariedade, Bazar da Solidariedade e Santos Nossa Luz. “Essa é uma maneira de fortalecer a parceria do poder público com as entidades, que realizam importantes projetos sociais”.

Regras e produtos

As lanchonetes devem funcionar das 18h até o final do último desfile da noite, além de seguir regras de higiene, segurança e padronização estética. Representantes das instituições irão participar de curso de prevenção e combate a incêndio do Corpo de Bombeiros e palestra de posturas com a Vigilância Sanitária.

Todas elas terão de servir alguns itens em comum, como água mineral, dois tipos de refrigerante, cerveja, suco, sanduíches, cachorro-quente, misto quente, espetos, pão francês, salgados industrializados, doces caseiros, entre outros. A renda obtida ficará com as próprias entidades.

LEIA TAMBÉM: