Foto: João Pedro Bezerra

Santos

27 DE AGOSTO DE 2021

Escuridão traz insegurança na Orla da Praia de Santos

Devido ao roubo da fiação, diversos pontos da Orla estão sem iluminação

Por: João Pedro Bezerra

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Uma escuridão sem fim. É assim que a orla da praia de Santos se encontra entre os trechos da Av. Conselheiro Nebias até a Av. Senador Pinheiro Machado (canal 1).

O motivo para tal fato é o apagão geral dos refletores que iluminam a faixa de areia.

O cenário chama a atenção dos munícipes e turistas, afinal com o anoitecer por volta das 18h, fica inviável enxergar algo.

Há alguns dias que o trecho de aproximadamente 2,5 km está na escuridão, afastando as pessoas da praia. Logicamente tem alguns corajosos que continuam praticando exercícios e utilizam a lanterna do celular.

Além do mais, algumas pessoas se aproveitam da situação para usar entorpecentes.

Cenário

Escuridão afastou as pessoas da praia/ Foto: João Pedro Bezerra

Toda a população é prejudicada com a escuridão, principalmente as pessoas que praticam esporte no horário noturno.

Dessa forma, as partidas de futebol, vôlei e beach tennis estão cada vez mais raras entre a Conselheiro Nébias e o José Menino.

Por essas circunstâncias, as pessoas procuram a praia do Embaré e da Aparecida ou vão até São Vicente.

O educador físico Lucas Facury dá aulas de exercícios funcionais na praia desde o ano passado.

Ele conta que todos os refletores maiores estão apagados há duas semanas.

“Eu continuo dando aula na Praça do Boqueirão, pois lá existem alguns postes com luz e isso dá possibilidade de uma pequena iluminação”. O educador físico salienta que tem preocupação com a segurança, dando aulas online para os alunos que não se sentirem à vontade na praia devido a escuridão.

Ponta da Praia

A Ponta da Praia lida com um cenário parecido, pois diversos refletores da nova ciclovia, na altura entre o Aquário e os clubes do Internacional de Regatas e Vasco da Gama, estão apagados.

Isso acaba prejudicando as pessoas que utilizam a bicicleta, como meio de transporte, uma vez que o movimento de ciclistas neste trecho é intenso devido a travessia de balsas entre Santos e Guarujá.

O empresário Renato Tsukamoto, morador da Ponta da Praia, cita que há 15 dias o bairro lida com a falta de iluminação nos refletores, sobretudo na altura do Aquário.

“A escuridão sempre gera insegurança e medo. Muitos moradores já fizeram reclamação pelas redes sociais da Prefeitura e informaram que a falta de energia ocorreu por furto de fiação e que podemos ficar tranquilos que a orla é toda monitorada por câmeras por 24h. Só que pergunto…Se é monitorada, não viram quem furtou?”, destacou Renato.

Por fim, ele enfatizou que algumas pessoas mudaram o horário da caminhada, justamente pela atual situação.

Prefeitura de Santos

Questionada sobre quando a iluminação será restabelecida, a Prefeitura de Santos ressaltou que lançará uma licitação para o serviço.

“Já foi realizada carta-convite para a recuperação do sistema de iluminação nas ruas, avenidas e praças, vencida pela empresa RT Energia e Serviços, cujo contrato emergencial por três meses será assinado nos próximos dias”, informou a Prefeitura.

Além disso, há a questão da segurança, com a escuridão as pessoas ficam mais vulneráveis as tentativas de assalto.

Assim, a Prefeitura salientou que toda extensão da orla da praia é monitorada 24h pela Guarda Civil Municipal e as irregularidades devem ser denunciadas pelo telefone 153 ou pelo 190 da Polícia Militar.

Roubos

Os furtos de cabos de fiação tiveram um aumento significativo ao longo da pandemia da Covid-19, não só em Santos, como em outras cidades do Brasil.

Vale destacar que o cobre, um dos elementos que compõe a fiação tem um valor significativo, principalmente nos ferros-velhos irregulares.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.