Extorsão à luz do dia | Boqnews

Cidades

04 DE NOVEMBRO DE 2008

Extorsão à luz do dia

Já virou rotina nas ruas da Cidade. Basta ter alguma atividade que atraia público que os famosos ‘e aí, doutor?!’ cercam os motoristas justificando o fato de ‘darem uma olhada no carro’. Até aí, tudo bem, pois olhar não custa nada. O problema é que este pedido já virou extorsão, pois muitos exigem pagamento adiantado. […]

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Já virou rotina nas ruas da Cidade. Basta ter alguma atividade que atraia público que os famosos ‘e aí, doutor?!’ cercam os motoristas justificando o fato de ‘darem uma olhada no carro’.


Até aí, tudo bem, pois olhar não custa nada. O problema é que este pedido já virou extorsão, pois muitos exigem pagamento adiantado. O pior é que estes casos são rotineiros e ocorrem nos mais variados lugares, como próximo ao estádio Urbano Caldeira em dias de jogos, na orla da praia, em casamentos de igrejas famosas, como Embaré e Valongo, e até em cemitérios, a qualquer hora do dia.


No da Filosofia, por exemplo, o ‘dono’ do pedaço fica sentado em um banco observando a chegada de carros, enquanto outros garotos correm atrás dos motoristas para pedir para ‘olhar’ o carro. E brigam entre si. Não respeitam nem a situação dos familiares que entrarão no cemitério para acompanhar o enterro de um ente ou amigo querido. Afinal, é bem mais fácil garantir o dinheiro desta forma do que trabalhando.


Será que nenhuma autoridade percebeu isto? Ou não quer perceber, pois dá trabalho?!

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.