Guarujá

Munícipes de Guarujá relatam problemas em atendimento da Covid-19

Realização dos testes é um dos maiores problemas segundo pacientes, Prefeitura explicou que segue todos os protocolos de saúde

28 de julho de 2020 - 15:04

João Pedro Bezerra

Compartilhe

Munícipes de Guarujá com sintomas da Covid-19 relatam problemas no atendimento na UPA Rodoviária.

De acordo com alguns pacientes que procuraram atendimento médico no local, os testes só são realizados após o sétimo dia de sintoma.

Além disso, o exame não pode ser repetido.

A equipe de reportagem do Boqnews esteve na Upa Rodoviária na semana passada e acompanhou um paciente que estava com sintomas da covid-19 e preferiu não se identificar.

Ele já havia realizado o teste rápido na UBS, porém o exame tinha dado negativo.

Assim, o jovem decidiu procurar atendimento, após uma dor no peitoral e da continuidade da tosse e dor de cabeça.

Contudo, ele teve o teste negado e passou no médico que pediu apenas o Raio-x.

Para surpresa, a impressora estava quebrada e ele precisou tirar uma foto do Raio-x.

No pulmão do paciente não foi diagnosticado qualquer trauma.

Então, o médico passou remédios e o jovem cumpriu o isolamento de 14 dias em casa.

Apesar disso, os sintomas da Covid-19 continuaram e ele precisou pagar um teste particular, onde foi constatada a presença do coronavírus.

Velhos problemas

O jovem ficou cerca de 4 horas na UPA.

Quando chegou no local por volta das 18h30, não tinham médicos, por conta da troca de plantão.

Diversas pessoas aguardavam na fila do atendimento especial para a Covid-19, algumas com sintomas mais fortes do vírus.

Questionada sobre a realização dos testes, a Prefeitura de Guarujá emitiu a seguinte nota.

“Todos pacientes que chegarem às Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou nas duas tendas de triagem do coronavírus (em frente a UPA São João e UPA Rodoviária) com sintomas poderão fazer os testes, se houver um critério clínico, que justifique a realização do exame. Os pacientes têm que apresentar sete dias de sintomas consecutivos para a realização do teste, conforme protocolo do Ministério da Saúde. O exame pode ser feito mais de uma vez, desde que haja necessidade”.

Custo

A Prefeitura de Guarujá também informou que  já adquiriu 25 mil testes rápidos, sendo que cada teste saiu, aproximadamente, R$ 170,00.

O Município também recebeu do Ministério da Saúde 10 mil testes rápidos.

Já o swab (do cotonete) para saber a presença do vírus tem um valor aproximado de R$ 280 cada.

 

LEIA TAMBÉM: