Diversidade Sexual

1ª Parada do Orgulho LGBT em Santos acontece neste domingo (30)

Evento, que acontece no Valongo, encerrará a VII Semana da Diversidade Sexual

28 de setembro de 2018 - 18:35

Da Redação

Compartilhe

Primeira Parada do Orgulho LGBT

Neste domingo (30) acontece no Valongo, às 10h, a primeira Parada do Orgulho LGBT da Cidade.

Com o tema “Aceitar é uma escolha sua, respeitar é dever de todos”, o evento fechará a VII Semana da Diversidade Sexual.

Às 10h, o evento terá contará com com exposições, gastronomia, música, maquiagens com glitter, performances, literatura com Leia Santos, oficina de cartazes e zumba

Assim, o objetivo da semana é incentivar o debate sobre o assunto nas diferentes esferas da sociedade e do poder público.

No entanto, para a coordenadora executiva da Comissão Municipal de Diversidade Sexual, Taiane Miyake, as atividades serão refentes aos direitos e a inclusão do público LGBT.

“Nossa primeira Parada do Orgulho LGBT na Cidade será um espaço para descontração”.

“Haverá diversos shows e também um momento de comemoração do orgulho e da cultura LGBT. Infelizmente, o Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais. Nosso objetivo é mudar essa realidade por meio da conscientização e promoção da cidadania e do respeito”.

A coordenadora ainda relata que a Parada é uma manifestação da diversidade contra a LGBTfobia e por igualdade de direitos.

“Vem para atrair a atenção da população para o combate contra o preconceito de identidade de gênero e orientação sexual, além de promover sua visibilidade, suas pautas e demandas e somar na luta para a formação de uma sociedade mais justa e ética”, informa.

Durante a Semana da Diversidade Sexual, houve ainda diversas atividades, como: palestras, teatro, oficinas, debates e exposições.

Exposição

Na última terça-feira (25), ocorreu a exposição ‘Diversidade Futebol Clube – no nosso time joga todo mundo’ no Museu Pelé.

A exposição contou com as imagens de Roberto Setton e a apresentação do documentário Futebol homofobia – futebol fora do armário, produzido pela ESPN.

O documentário de 40 minutos será repassado no Museu até este domingo, com sessões às 11h e às 15h.

Foto: Raimundo Rosa

Organizadores

Um dos organizadores do evento, Junior Brassalotti conta que há muito anos o movimento LGBT queria essa Parada.

No entanto, apenas neste ano foi possível a realização.

“Sentimos que ela nasce com muito atraso, e ao mesmo tempo parece que surge no momento certo, ao se unir com o levante das mulheres, da população negra, periférica e da classe artística”, conta.

Ela cita que a Parada exerce uma função de extrema importância.

Isso porque  o Brasil é o País que mais mata a população LGBT no mundo.

“A Parada vem se alinhar e evocar pautas antigas, basicamente, direitos iguais e respeito de ser quem somos,” explica.

Brassalotti lembra que a Parada será em homenagem a Dudu do Gonzaga.

Evento

No Facebook, a mobilização do evento já alcança milhares de pessoas.

Ao todo, mais de 10 mil pessoas foram convidadas à participar.

Até o momento, cerca de 2.280 estão confirmadas na parada.

Para saber mais sobre o evento  acesse o link.

 

Interdições

Em razão do evento, o Largo Marquês de Monte Alegre (Valongo) ficará interditado entre as ruas do Comércio e Tuiuti, das 12h às 14h.

Também haverá interdições momentâneas no mesmo local e, ainda, na Rua Tuiuti e praças Barão do Rio Branco e da República, entre 14h e 15h30.

Por sua vez, das 15h30 às 21h, ficarão bloqueadas a Rua Alberto Leal, entre a Praça da República e a Rua Xavier da Silveira.

E ainda: a Praça da República, entre Avenida Senador Feijó e Rua Braz Cubas.

Patrocínio

O Cabify será patrocinador da Primeira Parada do Orgulho LGBT.

No entanto, além do desconto de 50% em duas corridas, o aplicativo terá um stand de maquiagem com glitter para os participantes.

Portanto, os usuários que desejam ter o benefício de 50% de desconto, precisam inserir o código #MAISRESPEITO.

Contudo, esta promoção é valida para apenas duas corridas na categoria Lite.

Assim, vale ressaltar que, os usuários devem colocar a ‘#’ para que o desconto seja válido.

 

LEIA TAMBÉM: