São Vicente

Programa Emergencial de Auxílio Desemprego abre inscrições nesta quarta (28)

Interessados em concorrer a uma das 25 vagas deverão comparecer em uma das duas unidades do PAT localizadas no Centro ou na área continental.

27 de agosto de 2019 - 18:41

Da Redação

Compartilhe

Desemprego

Programa vai selecionar 25 pessoas em São Vicente que estão procurando emprego. Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A Prefeitura de São Vicente, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, receberá nesta quarta-feira (28) as inscrições para o Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (PEAD).

Ele oferece cursos de qualificação na área de serviços gerais para cidadãos desempregados e com alta vulnerabilidade social.

Estão disponíveis 25 vagas.

O programa consiste em um dia dedicado exclusivamente para o curso de qualificação profissional e quatro dias reservados para atividades de apoio e interesse da comunidade local, com duração diária de seis horas.

Para concorrer, o candidato deve ser maior de 17 anos, estar há mais de um ano desempregado e residir há, no mínimo, dois anos no Estado de São Paulo.

Aqueles com mais encargos familiares, mulheres chefes de família, com maior tempo de desemprego e pessoas de mais idade terão prioridade no processo de seleção.

 

Como se inscrever

Para se inscrever é necessário comparecer ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) da Área Insular (Av. Capitão Mor Aguiar, 695 – Parque Bitaru) ou da Área Continental (Av. Ulisses Guimarães, 211 – Jardim Rio Branco), das 9 às 16 horas.

Assim, deve apresentar no ato da inscrição cópia e versão original do RG, CPF, carteira de trabalho (página da foto e a do último registro) e comprovante de residência.

Esses dados serão inseridos em um sistema disponibilizado e criado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico.

Portanto, a escolha dos selecionados e a convocação serão realizadas pelos técnicos do Governo do Estado.

Aqueles que forem selecionados receberão bolsa auxílio no valor de R$ 210 e cesta básica de R$ 86.

Além disso, seguro de acidentes pessoais, curso de qualificação profissional.

E ainda: auxilio deslocamento para quem morar longe do local de trabalho.

O programa tem duração de seis meses, podendo ser prorrogado por mais três.

Vale lembrar que no PEAD não há vínculo empregatício, nem registro em carteira de trabalho e outros direitos trabalhistas.

LEIA TAMBÉM: