cidades

Santos recebe campanha com testes gratuitos para Hepatite C

Santos receberá entre quarta (13) e sexta-feira (15) a campanha Procura-C, com apoio da Roche, que realizará 3.000 testes gratuitos…

13 de abril de 2011 - 13:01

Da Redação

Compartilhe

Santos receberá entre quarta (13) e sexta-feira (15) a campanha Procura-C, com apoio da Roche, que realizará 3.000 testes gratuitos para diagnóstico da Hepatite C. Os testes estarão disponíveis para toda a população que comparecer ao local do evento (Hipermercado Extra, à Avenida Ana Costa, n° 318, Gonzaga), das 10 às 18 horas, e os resultados são imediatos. Os pacientes cujos resultados apontarem para presença da heptatite serão encaminhados para acompanhamento.


Hepatite


Popularmente conhecida como “doença silenciosa”, a hepatite C raramente apresenta sintomas e pode não se manifestar no organismo por mais de 20 anos. Cerca de 90% dos infectados não sabem que estão com a doença e só descobrem quando o problema já está muito avançado, podendo apresentar quadros graves como cirrose ou câncer no fígado.


De acordo com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 170 milhões de pessoas em todo o mundo estão infectadas pela hepatite C. A doença é hoje a principal causa de transplantes de fígado no Brasil.


O vírus HCV, causador desta forma da doença, é transmitido pelo contato com sangue contaminado. As formas mais comuns de contágio são o uso de agulhas e seringas compartilhadas e a manipulação de materiais contaminados que cortem ou perfurem a pele, como lâminas, bisturis e alicates.


Usuários e ex-usuários de drogas que compartilhavam agulhas e ex-atletas que dividiam medicamentos com seus companheiros (como injeções de energéticos, vitaminas e outros), têm maiores chances de estarem com o vírus da hepatite C. Além disso, todas as pessoas que receberam transfusão de sangue antes de 1992, inclusive transplantados, podem estar infectadas. Antes dessa data, o sangue das doações não era analisado para detecção desta forma de hepatite.


Cerca de 20% dos infectados eliminam o vírus espontaneamente. Entre os 80% restantes, quase dois terços se recuperam se tratados corretamente. Quanto mais precoce for o diagnóstico dos pacientes com Hepatite-C, maiores são as chances de cura com o tratamento adequado.

LEIA TAMBÉM: