Segurança será reforçada na temporada de verão na Baixada Santista | Boqnews
Foto: Francisco Arrais/PMS

Verão

17 DE DEZEMBRO DE 2021

Segurança será reforçada na temporada de verão na Baixada Santista

Com o aumento do fluxo de turistas para a temporada de verão, o reforço policial é fundamental para atender a demanda

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

ias lotadas. Com as celebrações de Natal e Réveillon, a Baixada Santista recebe um grande número de turistas e pessoas que querem curtir momentos de lazer na praia.

Por conta dos reflexos da pandemia da Covid-19, a temporada 2021/2022 deve ter um movimento ainda maior. Afinal, com a alta do dólar e a crise econômica, muitos turistas vão optar por viagens mais curtas.

Dessa forma, a expectativa do comércio e do turismo é positiva. O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista (Sinhores), Heitor Gonzalez, ressaltou em setembro, que os fins de semana, em pleno inverno já foram como um mini-Réveillon.

Com as cidades lotadas no fim de ano, a preocupação com a segurança é evidente, sobretudo nas cidades com maior população e mais frequentadas pelos turistas, como Santos, Praia Grande, São Vicente e Guarujá. Infelizmente, os casos de furto, roubo, assalto e até sequestros também crescem nesta época.

Assim, locais com um grande movimento de turistas, como praias e comércios, são alvos dos bandidos. Outro ponto preocupante são os casos de latrocínio na região, que não são restritos apenas na temporada. Tanto que no segundo semestre deste ano, a Baixada registrou sete mortes por latrocínio em apenas dois meses. As cidades que tiveram mais casos deste crime foram Itanhaém e Guarujá, a forma como os episódios ocorreram preocuparam a população. Questionado sobre o esquema de segurança para a Baixada Santista na temporada de verão, o Governo do Estado de São Paulo informou que em breve as informações serão divulgadas em um evento.

Até outubro deste anos, a Baixada Santista e o Vale do Ribeira registraram 9.203 roubos e 24.025 furtos, as informações são dos Dados Estatísticos do Estado de São Paulo, os números devem ficar próximos do que registrado no ano de 2020.

Santos

A Prefeitura de Santos informou que para a temporada de verão, as 1.600 câmeras de monitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) estarão disponíveis, com imagens em tempo real para atender a demanda das forças de segurança. Além disso, o Poder Municipal destacou que a Cidade terá o reforço de 75 guardas municipais que foram contratados mediante concurso público.

Logicamente, que a questão da segurança da população preocupa. Todavia, em 2021 Santos lidou com uma onda de furtos de fiação em razão da alta do preço do cobre – presente na fiação. A ação dos infratores deixou a orla de Santos sem energia em vários pontos. Este problema ainda persiste e em alguns trechos as torres de iluminação seguem apagadas.

Os furtos geralmente acontecem durante a madrugada. A GCM registrou mais de 150 ocorrências de furtos de fiação no município.

A Prefeitura salientou que seguirá contribuindo para o trabalho das forças de segurança nesta questão. Por fim, além da segurança, Santos terá um esquema especial no Réveillon. As praias estarão liberadas – ao contrário do ano passado, inclusive com a iluminação mantida – mas sem queima de fogos (apenas Praia Grande informa que vai realizar entre as cidades da região). Assim, quiosques, barracas e ambulantes só vão poder trabalhar na região da orla até às 20h.

Praia Grande

A cidade que mais recebe turistas do litoral paulista também terá um esquema especial de segurança. A Prefeitura de Praia Grande informou que 500 policiais militares vão reforçar a Operação Verão na temporada 21/22. O número inclui policiais militares, policiais militares rodoviários, grupamento aéreo e bombeiros.

Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) também estará atuando com todo seu efetivo (391 integrantes) em ações conjuntas, como forças-tarefas e ações de orientação. Na região da praia, a Polícia Militar deverá montar tendas que vão funcionar como uma base de apoio. Para auxiliar na segurança, Praia Grande terá o monitoramento do Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe) com 3 mil câmeras.

São Vicente

Em São Vicente, 285 policiais militares vão reforçar a segurança na cidade na Operação Verão. Segundo a Prefeitura, o número é o mesmo do ano passado.

O Poder Municipal frisou que os policiais e a Guarda Civil Municipal estarão em pontos estratégicos da cidade durante este período.

Vale lembrar que assim como Santos, Guarujá e demais cidades do litoral (exceto PG), São Vicente não terá queima de fogos na virada do ano.

Guarujá

A cidade também é um dos destinos preferidos dos turistas, inclusive muitos tem casas no município, sobretudo próximo a praia e de grande valor imobiliário.

Para a temporada, Guarujá vai receber o reforço de 424 policiais.

A chegada está prevista para o próximo dia 22. Os policiais vão atuar nos locais de grande fluxo (praias, pontos turísticos) e nas áreas de interesse estratégico da Secretaria de Segurança Pública, para garantir a segurança de munícipes e turistas na temporada.

Além disso, a Prefeitura prepara operações especiais durante a temporada, que inclui patrulhamento preventivo e ostensivo durante o Natal, Virada do Ano, eventos e Carnaval. Guarujá também não terá queima de fogos.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.