Inclusão

Unimes promove Circuito de Atividades Físicas nesta segunda (28)

Evento organizado por alunos do 4º semestre de educação física acontece nesta segunda-feira (28), em dois períodos, no Campus Rosinha Viegas

25 de outubro de 2019 - 10:34

Da Redação

Compartilhe

Com o objetivo de promover a inclusão pelo esporte, especialmente na educação física escolar e nas atividades motoras do dia-a-dia, a Universidade Metropolitana de Santos (Unimes) promove o “Circuito de Atividades Físicas e Inclusivas da FEFIS 2019”.

O evento é organizado por estudantes da Faculdade de Educação Física (FEFIS), que cursam o 4º semestre da graduação.

O circuito será realizado nesta segunda-feira (28), em dois períodos.

O primeiro será das 8h30 às 10h30.

Já o segundo das 19h30 às 21h30, no Ginásio da FEFIS.

Serão realizadas atividades práticas voltadas a gincanas e ginásticas, além de modalidades esportivas como vôlei, basquete, futebol, boliche.

Todas adaptadas aos jovens com vulnerabilidade social, deficientes físicos, visuais e intelectuais.

A entrada é um 1kg de alimento não-perecível (para quem for de manhã) e um produto de material de limpeza/higiene (noite), a ser revertidos a instituições assistenciais da região.

Destinado a toda a comunidade, especialmente parentes de pessoas com deficiência ou de jovens em estado de vulnerabilidade social, o circuito terá, no primeiro encontro, diversas abordagens.

 

Abordagem

Entre elas, tópicos explicados pelos próprios alunos: conceito de inclusão; desenvolvimento da pessoa com deficiência; exclusão, segregação, integração e indução; além de abordagens nas deficiências físicas, auditivas e visuais.

Ainda nas intelectuais, contextualizando a Síndrome de Down, autismo e a dislexia.

“A importância desse evento é oferecer para a sociedade os benefícios que a educação física promove para todos os segmento. Incluindo pessoas com deficiência, crianças e jovens em estado de vulnerabilidade social. Além do público da terceira idade”, resume Márcio Rodrigues do Santos, docente das disciplinas de Educação Física Adaptada e Exercício Físico.

Márcio ainda reforça que o futuro profissional de Educação Física precisa compreender que seu público é sempre heterogêneo.

“Por isso, estimulamos os nossos alunos a fomentar uma prática pedagógica que respeite a individualidade biológica e social de cada um. Assim, mostrando que o esporte, além de formar corporalmente, é também uma ferramenta para a cidadania”, completou.

LEIA TAMBÉM: