Foto: Divulgação

São Paulo

05 DE AGOSTO DE 2021

Vacinação de adolescentes em SP está em risco com corte de envio de vacinas

Na última terça-feira (3), o Estado deixou de receber do Ministério da Saúde 228 mil doses do imunizante contra a Covid-19

Por: Da Redação

O Secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, alertou nesta quinta-feira (5) que o corte de 50% no envio de vacinas da Pfizer pelo Governo Federal ao estado de São Paulo deixa em aberto o início da imunização de adolescentes que possuem deficiências, comorbidades, gestantes e puérperas, inicialmente prevista para começar em 18 de agosto.

A Pfizer é a única vacina contra a Covid-19 autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação em adolescentes, até o momento.

Na terça-feira (3), o estado recebeu do Ministério da Saúde 228 mil doses a menos do imunizante.

A Procuradora Geral do Estado, Lia Porto, e a Procuradora do Estado Camila Pintarelli anunciaram que a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo vai acionar o Poder Judiciário contra o corte no envio de vacinas pelo Ministério da Saúde.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.