Sol Nascente
José Adelson

Professor de língua japonesa e jornalista.

Brasileiros no Japão

Japão - a sabedoria de um povo

04 de setembro de 2016 - 10:40

Compartilhe

O presidente do grupo Avance Corporation, Takaharu Hayashi, chegou ao Brasil no mês de julho para prestigiar o 19º Festival do Japão, em São Paulo, e anunciou que parte do seu empreendimento voltado à terceira idade no Japão dedicará a uma ala a idosos nipo-brasileiros.

A empresa conta atualmente com cerca de 30 unidades espalhadas principalmente pelas regiões de Gifu e Aichi.
japãp0
O presidente confirmou que pretende abrir uma ala inteira destinada aos idosos nipo-brasileiros com atendimento de cuidadores brasileiros e que esta ideia, segundo Hayashi, foi amadurecendo quando da sua vinda ao Brasil há três anos. Ele constatou que as Associações Nipo-Brasileiras do Brasil têm cada vez menos associados, e que em sua maioria são compostas por japoneses imigrantes e descendentes de japoneses com idade avançada e que vivem sozinhos.

Ao mesmo tempo, Hayashi observou que no Japão a comunidade de brasileiros está envelhecendo e que nem todos têm a pretensão de voltar ao Brasil, uma vez que já têm filhos que nasceram e estudam no Japão, e que manifestam o desejo de ter os pais idosos morando perto.”Aliada a essa realidade, os brasileiros, assim como todos os trabalhadores japoneses, também contribuem com o Seguro de Assistência do Idoso”, explicou Hayashi.

Este imposto foi criado em 2000 e é obrigatório aos trabalhadores que atingem 40 anos destinado à cobertura de parte das despesas futuras com os ajudantes dos idosos e suas internações e permanências em Casas de Repouso.

Após perícia médica, o contribuinte pode usufruir deste seguro, mas para tanto deverá arcar com 10% do valor das despesas. O restante é coberto pelo seguro.
Parabéns, Japão!
Parabéns, Brasil!

japao2A história da Kosei Home no Brasil se dá a partir de um projeto pioneiro da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo em relação ao atendimento a idosos como uma instituição de longa permanência.

Após a cessão da Casa dos Imigrantes pelo governo japonês, a unidade foi transferida para Santos em 29 de junho de 1974 dando início a Santos Kosei Home.

Sua estrutura física atual de cinco andares deu-se após a reforma da antiga Casa dos Imigrantes.
Além de oferecer aos seus usuários de origem nipônica pratos orientais, ela também os insere em sua cultura com comemorações e eventos – visando assim uma maior qualidade de vida.

O objetivo da Casa de Repouso – Santos Kosei Home é proporcionar aos seus residentes uma moradia confortável e digna, com acompanhamentos de profissionais que os auxiliem sempre na melhoria de seu bem-estar físico e mental.