Meio Ambiente
Luiz Nascimento

Jornalista e professor universitário

Fotografia tem seu Dia Mundial

A fotografia foi levada ao mundo por Paris, na Academia de Ciências da França, e a partir daí houve o reconhecimento do Daguerreótipo. Em 19 de agosto de 1839

19 de agosto de 2015 - 09:46

Compartilhe

A fotografia não é obra de um só autor. Ao longo de centenas de anos, ela tem sido resultado de um processo de tentativas e avanços. O homem busca fixar na imagem suas memórias e a história de seus antepassados, além de outras pessoas, animais, lugares e situações. E procura exercitar esse registro no próprio momento dos fatos.

Não importa em que equipamento a imagem é fixada, se em câmera com suporte em negativo,  digital, via celular ou tablet. Ela será a história do breve instante em que for clicada.

Primeira  imagem fotografada do  mundo, feita em 1826 por Joseph Nicéphore Niepce

Primeira imagem fotografada do mundo, feita em 1826 por Joseph Nicéphore Niepce

Joseph Nicéphore Niépce (1765-1833), conhecido como Niépce, produziu em 1826 a primeira imagem e chamou-a de héliographie. Pouco se sabe sobre o processo dessa descoberta, pois ele achava que todos queriam roubar-lhe o invento e o manteve em segredo.

Nessa criação, ele estabelece o princípio da câmera escura, usada pelos artistas desde a segunda década do século 14. O pintor Louis Jacques Mande Daguerre (1787-1851) aprimorou a invenção após o falecimento de Niépce e deu-lhe o nome de daguerreótipo.

Não se pode esquecer que, nesse período, havia um francês chamado Antoine Hercule Romuald Florence (1804-1879) vivendo no Brasil, na antiga Vila de São Carlos, atual cidade de Campinas. Seus experimentos para a fixação da imagem o levaram a resultados melhores (desenvolveu negativos) do que Daguerre. Ele foi considerado o verdadeiro pai da palavra “photographie”, só não recebendo reconhecimento na época. O professor Boris Kossoy foi o responsável por esse resgate da história.

A fotografia foi levada ao mundo por Paris, na Academia de Ciências da França, e a partir daí houve o reconhecimento do Daguerreótipo. Em 19 de agosto de 1839, a foto torna-se a grande responsável por aproximar as pessoas, países e mostrar ao mundo imagens e momentos repletos de emoções.