Mar de incertezas | Boqnews
Foto: SPA/Pedro Cavalcante

Opiniões

24 DE JUNHO DE 2022

Mar de incertezas

Por: Jairo Sergio de Abreu

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Mais incertezas do que certezas. Assim que setores ligados ao segmento do turismo temem os impactos provocados pela futura venda do terminal STS53, formado por uma área de pouco mais de 80 mil metros quadrados, no Macuco, e que irá abrigar um novo terminal de movimentação de fertilizantes.

Mar de incertezas II

Além dos riscos ambientais e de segurança – o produto movimentado é o mesmo que estava armazenado no Porto de Beirute, no Líbano e provocou uma trágica explosão resultando em centenas de mortos e milhares de feridos, outra questão passa pelo terminal de passageiros.

Futuro incerto

Durante audiência pública sobre a área – hoje ocupada por contêineres – não ficou claro quais os impactos que as obras terão no terminal de passageiros assim como a real garantia de quando e como ocorrerá a mudança para o Valongo. Ou seja, profissionais do setor temem que a Cidade fique sem um terminal de passageiros no futuro – ou limite as operações do atual até que o mesmo esteja pronto. Se ocorrer.

Riscos financeiros

Afinal, um dos berços onde os navios atracam será ocupado pela futura empresa vencedora do STS53. Para a próxima temporada, estão previstas 35 atracações de navios em frente ao terminal, movimentando 450 mil passageiros.

Judicialização?

Por sua vez, a Prefeitura de Santos não descarta a possibilidade de entrar na Justiça caso garantias concretas desta transferência não ocorram. O mesmo ocorreria com os berços de cais público. Durante a audiência, ficou garantido pela Antaq que haverá a manutenção de berços no Macuco e inclusão de dois novos no píer da Alemoa.

Fake news

A fala do presidente Jair Bolsonaro em sua tradicional live às quintas-feiras sobre o aumento nas taxas de foro e ocupação ligadas ao laudêmio irritaram o prefeito Rogério Santos. Bolsonaro citou nominalmente o caso do Município dizendo que o reajuste abusivo foi decorrente do aumento do Planta Genérica de Valores no ano passado. A última mudança ocorrera em 2013.

Desconto

Em 2015, Lei Federal 13.139 reordenou o cálculo das taxas, conforme a planta de valores genéricos dos municípios. Na ocasião, vereadores foram à Brasília para pedir a revisão dos índices. Graças ao ex-deputado federal João Paulo Papa (PSDB), os proprietários de imóveis obtiveram descontos nas alíquotas, que foram retiradas agora.

Induzido ao erro

Na live, Bolsonaro elogiou a atuação da deputada Rosana Valle (PL) que o alertou sobre esta elevação de valores. Assim, ele mandou reduzir o reajuste para 10%. Para Santos, o presidente “foi induzido ao erro e mal informado”. Foram três ofícios endereçados ao Governo, apesar do presidente ter dito não ter recebido qualquer contato do prefeito.

Bastidores

A verdade é que o imbróglio tem como pano de fundo as eleições de outubro e, é claro, as eleições municipais de 2024. A conferir.

Inimigos no poder

A jornalista Solange Freitas lança na próxima sexta (1), seu livro Um inimigo chamado poder. Na obra, ela relembra sua trajetória pessoal, profissional e o atentando que sofreu durante a campanha eleitoral em 2020, quando foi candidata à prefeitura de São Vicente.

Quem Responde?

Será…
que os bolsonaristas ficarão satisfeitos com o acordo entre Tarcísio de Freitas e Gilberto Kassab, do PSD, em São Paulo?

Charge do Mala

https://chargesdomala.blogspot.com/

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.