Agora é Com Você!
Rubens Amaral

Médico e apresentador do programa Agora é Com Você - Santa Cecília TV

Ponto por Ponto

20 de agosto de 2015 - 11:15

Compartilhe

Era o ano de 1962. Eu tinha 12 anos e representava o colégio Santista, mais especificamente o Grêmio São Luiz, na disputa do terceiro lugar em tênis de mesa, na época, pingue-pongue, nos jogos colegiais de Santos no Clube Internacional de Regatas.

O jogo era contra um aluno do colégio Canadá de saudosalembrança. Meu adversário era o hoje engenheiro e empresário, Sérgio Aló, com quem conversei e me autorizou a contar essa história, irmão do querido amigo e dentista Dr. Márcio Aló, assíduo leitor do Boqnews.

Ganhei o primeiro e disputado set de 21 pontos. Sérgio veio forte e arrebatou o segundo. Então fomos para o terceiro e decisivo set. Sérgio Aló saiu na frente embalado pelo segundo e parecia que não ia me dar trégua. A partida era acirrada e chegamos aos 17 a 14 para o Aló. Foi então quando ao buscar a bolinha escutei a orientação de meu querido, amado e estratégico pai que me disse: “Filho, ponto por ponto”. O som de sua voz ainda ecoa no meu ouvido. Quando o jogo terminou estava 21 a 19 para mim.

O que significou “Ponto por ponto” naquela tarde de 1962. Meu pai conseguiu com três palavras fazer com que eu não focasse no resultado final, mas me esforçasse ao máximo no ponto que estava sendo disputado e foi isso que eu fiz. Como se não existisse o final, joguei com todas as minhas forças cada ponto, cada lance e quando me dei conta havia chegado ao final almejado, a vitória. Como diz Fernando Sabino: “Ao final tudo dá certo. Se não deu certo é porque não chegou no final”.

Está aí uma boa maneira de vivermos nossa vida para atingirmos nossas metas e vitórias. Levá-la assim “ponto por ponto”, minuto por minuto, hora por hora, momento por momento, manhã por manhã, tarde por tarde, noite por noite, problema por problema, situação por situação, enfim, dia por dia. Vivermos e disputarmos o único momento que pode ser vivido e saboreado, o agora, o hoje.

Quem vive o amanhã é louco. O amanhã não pode ser vivido hoje. Focado no amanhã, deixamos de usar nossa melhor energia no hoje, nas coisas que deveriam nos ter, agora, por inteiro. Não podemos ganhar o campeonato sem ganharmos algumas partidas. Não podemos ganhar a vida se não superarmos os desafios do cotidiano.

Ponto por ponto, esse é o segredo para sermos mais felizes, menos ansiosos e atingirmos os objetivos com mais facilidade, afinal estamos aqui não para ganhar uma simples partida de “pingue-pongue” ou mesmo um só torneio, mas estamos aqui para nos aperfeiçoarmos no treinamento para não perdermos para nós mesmos essa maravilhosa oportunidade que Deus nos dá para saborearmos cada momento de nossa vida como se fosse uma vitória.

Agora é com você. Transforme o conhecimento em comportamento