Foto: Divulgação

Opiniões

30 DE MAIO DE 2021

Sem comemorar

Por: Jairo Sergio de Abreu

Nos primeiros quatro meses de 2021, a dívida total da Prefeitura de São Vicente caiu em R$ 84,7 milhões, de R$ 683,5 milhões para R$ 598,8 milhões, segundo balanço realizado pelo secretário da Fazenda, Rodolfo Amaral.

Sem comemorar II

Apesar do bom resultado, Amaral diz que não há motivos para comemorar, pois foram utilizados R$ 70 milhões da arrecadação do atual exercício para pagar dívidas de anos anteriores. Ele teme que os valores façam falta no final do ano.

Panos pra manga I

As afirmações feitas pelo deputado estadual Caio França (PSB), em entrevista concedida ao Jornal Enfoque, dando conta de que “todos” os vereadores e respectivos suplentes do partido em Santos foram consultados sobre as mudanças promovidas no comando do diretório local ainda repercutem.

Panos pra manga II

Depois das reclamações de nomes tradicionais do PSB local, como o vereador Benedito Furtado e do ex-edil Adelino Rodrigues, desta feita foi a vez do sexto suplente do partido na Câmara, Elias Carneiro, colocar a ‘boca no trombone’ afirmando que “em momento algum foi contatado” para dar sua opinião sobre as mudanças realizadas.

Mudanças à vista I

A Câmara deverá se debruçar em breve com projetos do Executivo que contemplem mudanças no desenvolvimento urbano. Em uma delas, a revisão de legislação para implantação de hospitais em determinadas vias da Cidade. Motivo: um grupo planeja construir um novo hospital no Município, na Encruzilhada.

Mudanças à vista II

Outra, mais polêmica, prevê alteração no Nide 8, em terreno de 15.200 metros do Senai, na Ponta da Praia, alterado na Lei de Uso e Ocupação do Solo em 2018. Hoje, a área tem limitações de uso, liberadas para atividades voltadas às áreas esportivas, casas noturnas, atividades do ramo alimentício, cultural e educacional.

Uma rua no caminho

Uma construtora local já adquiriu os terrenos paralelos ao clube Estrela de Ouro. Assim, a mesma estaria de olho na área vizinha, pertencente ao Senai. Mas para tal objetivo ser concretizado, há necessidade de mudanças na legislação, inclusive a respeito do futuro da rua Áurea Gonzales Conde, outrora conhecida como Rua do Peixe.

Eis a questão

Interessante é que a discussão sobre o terreno do Senai voltará à pauta apenas três anos depois da criação deste Nide, até então inexistente. Dificuldade para gerar facilidade ou mera coincidência?

Turma do contra

A Câmara aprovou, com alterações, lei que autoriza o Município a construir um mausoléu em homenagem às vítimas dos Crimes de Maio, que completa 15 anos, onde mais de 60 jovens, a maioria inocentes, somente da região (quase 600 no estado) foram assassinados como resposta aos ataques de uma facção criminosa contra policiais, que também morreram. A lamentar, a posição e críticas dos vereadores da ‘bancada da bala’ contrários à iniciativa: Fábio Duarte, Adriano Piemonte e Sergio Santana.

Esperando

Já a líder do movimento, Débora Silva, aguarda desde 2013 a promessa da construção pela Prefeitura de um memorial às Mães de Maio, a ser edificado na Praça da Paz Universal, na Zona Noroeste.

Audiência

Autoridades federais e estaduais, além dos prefeitos de Santos, Rogério Santos, e de Guarujá, Valter Suman, participam de audiência pública na segunda (31), a partir das 10 horas, para discutir a ligação seca entre Santos e Guarujá

Quem Responde?

Por…

qual razão o ministro Tarcísio de Freitas age diferente em relação ao uso de máscara quando está ou não ao lado do presidente Jair Bolsobaro?

 

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.