Dez do Manduca
Armando Gomes

Jornalista e apresentador do programa Esporte por Esporte

Tragédia, que tragédia

02 de dezembro de 2016 - 18:52

Compartilhe

Largo o comando do Programa Esporte por Esporte e vou com os companheiros Samir Carvalho e Ricardo Peres jantar na madrugada desta segunda para terça feira. Antes, porém, tento um contato com o amigo e empresário Luiz Taveira que estava na Colômbia tentando contratar um jogador para o Santos.

Por Whatsapp (ainda tenho o texto gravado) pergunto-lhe: Já contratastes alguém? Minutos após, recebo um telefonema de retorno do próprio Taveira que me diz por volta de 1h39 da madrugada de segunda para terça caiu o avião da Chapeconese. Como já havia jantado, seguia a caminho de casa e respondi: para com isso…

Não acreditei. Foi quando Taveira me ligou já no hospital dizendo: ocorreram muitas mortes, embora a Globonews insistisse em dizer que não. Em fim, lamentável muito lamentável. Talvez seja algo que apenas Deus possa explicar, pois ele não erra. Uma equipe vê ceifada sua esperança, uma cidade despenca na tristeza e um País chora seus mortos.

Não tenho palavras para expressar uma dor que não é somente minha. Apenas extroverto um sentimento aos que se foram, ou seja: além da Chapecoense, os amigos da crônica esportiva que cumpririam seu dever de cobrir a Copa Sul Americana.

Que o tempo minimize o sofrimento de tantos e que Deus receba os que partiram, em sua santa sabedoria.
Deus existe…