Henrique Meirelles deixa secretaria da Fazenda e deve ser vice de Rodrigo Garcia | Boqnews
Divulgação

Política

01 DE ABRIL DE 2022

Henrique Meirelles deixa secretaria da Fazenda e deve ser vice de Rodrigo Garcia

Ao anunciar sua saída da secretaria da Fazenda e Planejamento, Meirelles deve ser o nome do MDB para ser vice na chapa com Rodrigo Garcia (PSDB)

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Ex-ministro da Fazenda (governo Temer), presidente do Banco Central (governo Lula), candidato à presidência pelo MDB e secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, se despediu do cargo nesta sexta (1).

Além disso, tudo indica  que não será candidato ao Senado em Goiás.

A possibilidade abre espaço para que Meirelles seja o vice de Rodrigo Garcia em uma dobrada PSDB-MDB para o governo paulista.

Na Capital, a união já ocorreu de forma invertida com a eleição de Bruno Covas – Ricardo Nunes.

No entanto, com a morte de Covas, Nunes, do MDB, assumiu a prefeitura da maior cidade da América do Sul.

O Boqnews apurou que Meirelles deve realmente ser o vice do atual governador.

Ele tomou posse hoje pela manhã, após a renúncia do então governador João Doria, que irá disputar a presidência da República pelo PSDB.

A definição sobre os rumos da legenda em São Paulo chegou a ser ameaçada após o risco de desistência de Doria, o que colocaria em risco o plano de Garcia em disputar o governo paulista.

No entanto, após a confirmação por parte do PSDB nacional que a legenda está assegurada para Doria concorrer, a paz aparentemente voltou a reinar no ninho tucano.

Henrique Meirelles deixou a pasta e deve ser o nome do MDB para indicar o vice na chapa com Rodrigo Garcia.

Nas redes

No seu twitter, Meirelles agradeceu tanto o governador Doria como o atual, Garcia.

Além disso, enumerou os avanços da sua gestão.

“São Paulo fez uma rigorosa reforma administrativa, que possibilitou um investimento recorde que chegará a R$ 50 bilhões no biênio 2021-22”.

“As contas de São Paulo estão em dia e sua situação financeira é saudável, a melhor da história recente”.

“Hoje, em São Paulo, uma empresa pode ser aberta em uma hora e os contribuintes pagam vários impostos e renegociam dívidas online, sem precisar ir a postos fiscais”.

“Os investimentos no estado somam mais de R$ 200 bilhões nesta gestão”.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.