Comunidades de Santos abrem disputa da 3ª edição da Taça das Favelas | Boqnews
Foto: Divulgação/PMS

Santos

05 DE FEVEREIRO DE 2024

Comunidades de Santos abrem disputa da 3ª edição da Taça das Favelas

Areia Branca venceu na primeira partida da competição

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O Centro Esportivo Paulo César Araújo (Pagão), na Zona Noroeste de Santos, recebeu na manhã do último sábado (4) a abertura da 3ª edição da Taça das Favelas Baixada Santista 2024.

Sendo assim, neste ano, a fase regional da maior competição entre favelas do mundo conta com cerca de 400 atletas entre 14 e 17 anos representando 16 comunidades que estão participando do torneio.

O evento é organizado pela CUFA (Central Única das Favelas) e conta com o apoio da Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Esportes (Semes), e da Santos Brasil.

A partida de estreia foi bem movimentada e cheia de gols, com vitória do Areia Branca, vice na última edição, por 5 a 2 contra o São Manoel.

O primeiro gol do Areia Branca saiu no primeiro minuto da partida, após escanteio. A comemoração da torcida durou pouco. Em menos de cinco minutos, o time do São Manoel empatou o jogo após rápido contra-ataque.

Além disso, a partir daí, só deu Areia Branca, que terminou o primeiro tempo vencendo por 3 a 1. O time do São Manoel lutou até o último minuto da partida, mas o placar ficou em 5 a 2, para o time comandado pelo técnico Vinícius Andrade de Oliveira.

A grande final está prevista para acontecer no dia 10 de março. Entre as equipes participantes da Taça das Favelas estão Vila Gilda, Areia Branca, BNH, São Manoel, Nova Cintra, Mercado, Macuco, José Menino, Jardim Castelo, Saboó, Penha, Caruara, Rádio Clube, Bom Retiro, Santa Maria e Marapé.

Atleta da equipe do Bom Retiro, Gustavo Macedo, 16 anos, estava entusiasmado. “Viemos aqui para representar e honrar a nossa quebrada e vamos entregar tudo em campo”, disse.

Segundo Conrado Neves, 10 anos, atleta do time do Jabaquara, o importante é competir independentemente do resultado. “A gente veio aqui pra jogar bem, jogar bonito e torcer, isso que importa. Quem jogar melhor vai levar o título”, afirmou.

Leandro Gonzaga, 16 anos, atleta do Saboó,  estava bastante otimista. “É uma grande honra jogar pela segunda vez a Taça das Favelas. No ano passado não deu, mas esse ano se Deus quiser vamos sair com o título”, frisou.

Para o jovem Patrick Pierry, 14 anos, do Unidos da Penha, o objetivo na competição será mostrar um bom futebol. “A gente veio aqui pra jogar bola e fazer gol. Boa sorte para todos os times e vamos pra cima”.

De acordo com o presidente da Cufa Baixada Santista, Deraldo Silva, a cada ano que passa a Taça vem se consolidando mais. “O formato tem melhorado e os resultados têm acontecido, isso sem falar da principal missão desta iniciativa que é a inclusão social e a revelação de jovens talentos. As últimas edições foram um sucesso e esse ano não vai ser diferente”.

Para o coordenador técnico da Cufa Baixada Santista, Darlan Santos, a expectativa em relação ao nível da competição está alta. “Pelo que vimos não há dúvidas que esta edição tem tudo para ser a melhor de todas”, ressaltou.

O secretário de Esportes Gelasio Ayres Fernandes Júnior falou sobre a importância da competição para o esporte e o futebol de várzea. “Estamos falando em 400 jovens talentos de diversas comunidades santistas que tem, através da Taça das Favelas, a oportunidade de mostrar o seu talento e serem vistos por clubes de expressão da Cidade e da região. É o esporte transformando os sonhos de muitos desses garotos em realidade e ajudando a mudar o futuro desses jovens”, observou.

Além disso, o representante da Santos Brasil, Gleison Melle Moledas, destacou a satisfação da parceria. “Vamos para o terceiro ano de parceria com a Cufa e a Taça das Favelas. E a Santos Brasil acredita que está no caminho certo investindo e apostando no esporte como ferramenta de inclusão social”, comentou.

 

Confira as notícias do Boqnews no Google News e fique bem informado.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.