O valor da paixão de um amante pelo futebol | Boqnews
Foto: Divulgação

Esportes

18 DE JULHO DE 2020

O valor da paixão de um amante pelo futebol

Atualmente, torcedores precisam desembolsar mais de R$ 350,00 para acompanhar todos os campeonatos; nova MP poderá baratear esse custo em jogos nacionais

Por: João Pedro Bezerra

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Com avanço das plataformas digitais e canais pagos, os custos para que os torcedores assistam os jogos de seus times estão cada vez maiores. Há 15 anos, o acesso aos jogos de futebol eram mais acessíveis. Competições como ligas europeias, torneios sul-americanos e o Campeonato Brasileiro da Série B eram transmitidos gratuitamente em TV aberta, permitindo um grande leque de opções aos amantes do futebol.

Todavia, a disputa por direitos de transmissão, a criação do streaming e os altos valores cobrados pela organização dos campeonatos está afastando até mesmo quem tinha o monopólio das transmissões, como a TV Globo, que interrompeu transmissões da UEFA Champions League e a Copa Sulamericana, além de dividi direitos do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores com outras emissoras.

Recentemente, a empresa rompeu o contrato do Campeonato Carioca em razão do Flamengo não ter aceito ceder os direitos de transmissão, favorecido pela Medida Provisória criada pelo presidente Jair Bolsonaro que atribui ao clube mandante o direito de imagens das partidas que disputa.

Nova era

A Medida Provisória abre uma nova perspectivas para as transmissões do futebol,  para os times grandes e pequenos, como destaca o jornalista esportivo Victor de Andrade: “Podemos pegar o caso aqui da região, o Jabaquara não recebe nada de cota de televisão. Para a diretoria transmitir uma partida seria necessário enviar um ofício de autorização à Federação Paulista, além do clube visitante ter que concordar. Com a MP, o Jabaquara pode transmitir no Youtube ou ceder as partidas para uma tv local, onde os dois podem ganhar dinheiro, por meio de patrocinadores”.

No caso dos clubes considerados grandes, o patrocínio é ainda maior e o time poderá obter uma boa margem de lucro com as empresas que querem divulgar suas marcas nas transmissões, sem contar com o dinheiro dos torcedores, que poderão contribuir pelo chat ao vivo do jogo. A final da Taça Rio, entre Fluminense x Flamengo, foi um bom exemplo disso: conquistou recorde mundial de visualizações simultâneas no Youtube.

Ainda é cedo para mensurar os impactos da MP no futebol brasileiro. O Red Bull Bragantino, por exemplo, já anunciou que vai transmitir seus jogos do Campeonato Brasileiro por uma plataforma. A nova tendência, no entanto, ainda enfrenta o risco de problemas com a possibilidade de falhas na internet.

Na partida realizada contra o Volta Redonda, o Flamengo cobrou R$ 10 dos torcedores que queriam acompanhar o jogo, porém a plataforma My Cujjo, que seria usada na transmissão, apresentou problemas e o confronto acabou sendo passado no Youtube. A falha causou revolta da própria torcida e muitas reclamações.

Cenário atual

Com a pandemia da Covid-19, os torcedores não podem ir ao estádio ou assistirem os jogos em bares fechados com os amigos. Dessa forma, um apaixonado por futebol precisa desembolsar muito dinheiro para poder acompanhar as partidas dos campeonatos estaduais, Campeonato Brasileiro Série A e B: a assinatura do Premiere custa R$ 79,90. Para ter todos os canais esportivos da tv a cabo e uma internet com 120 mega, a pessoa terá que desembolsar mais de R$ de 210,00.

Para adquirir os streamings, como EI Plus e a DAZN que passam uma série de torneios, sendo alguns com jogos exclusivos, é necessário pagar R$ 13,90 e R$ 19,90, respectivamente, além da Fox Premium que custa R$ 35,90 por mês e dá direito a partidas do Campeonato Espanhol. Assim, o valor mínimo para assistir todas as competições é de R$ 359,60.

Dessa forma, é comum que alguns torcedores recorrem à aquisição de aparelhos piratas, que liberam sinais de todos os jogos, o que é considerado crime.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.