Procon-SP notifica Corinthians após caso de discriminação na Neo Química Arena | Boqnews
Foto: Divulgação

Justiça

19 DE ABRIL DE 2022

Procon-SP notifica Corinthians após caso de discriminação na Neo Química Arena

Procon Racial quer esclarecimentos sobre caso em que dois menores foram impedidos de entrar no setor Oeste do estádio Neo Química Arena

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O Procon-SP Racial notificou o Corinthians pedindo informações sobre o caso ocorrido no dia 13 de abril em que dois meninos foram impedidos de entrar no setor Oeste do estádio Neo Química Arena durante o jogo entre Corinthians e Deportivo Cali. O clube deverá demonstrar quais foram as providências adotadas em relação aos funcionários que realizaram a abordagem, bem como para o atendimento e assistência aos menores.

Deverá também esclarecer e justificar os critérios que definem a abordagem aos torcedores por parte de funcionários, seguranças ou colaboradores na área externa próxima à entrada da Arena, no acesso de catracas, bem como em suas dependências (setores), com apresentação dos manuais de procedimentos internos de atendimento, segurança e de abordagem atualmente utilizados pelo clube ao público em geral e à legislação específica — Idosos, Menores de Idade, Deficientes Físicos ou Pessoas com Mobilidade Reduzida, em Situação de Pobreza, dentre outros.O Corinthians deverá explicar sobre os critérios de seleção e contratação de pessoal de segurança (terceirizados ou não), colaboradores, rede de relacionamentos e outros prestadores de serviços alocados no estádio em dias de jogos; demonstrar a política de treinamento aplicada e comprovar a periodicidade das rotinas de treinamento dos prestadores de serviços do clube nos últimos doze meses.A notificação solicita ainda a indicação dos mecanismos de segurança e vigilância utilizados no perímetro de acesso ao público, inclusive de verificação de entrada e saída dos torcedores dos respectivos setores, comprovando o seu grau de confiabilidade, precisão e eficiência.As explicações deverão ser prestadas até sexta-feira (22).

Enfrentamento à discriminação nas relações de consumo

O Procon-SP Racial é uma parceria entre a Fundação Procon-SP e a Universidade Zumbi dos Palmares com o objetivo de fortalecer ações de prevenção e fiscalização de práticas discriminatórias por motivo racial nas relações de consumo.As instituições assinaram um termo de compromisso voluntário em dezembro do ano passado que prevê canal específico para denúncias no site do Procon-SP, orientação a consumidores e fornecedores, fiscalizações no mercado de consumo, apoio e incentivo aos Procons Municipais conveniados para as ações de fiscalização locais.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.