Foto: Ivan Storti/SFC

Esportes

29 DE OUTUBRO DE 2021

Restando 10 rodadas, Santos precisa de apenas 13 pontos para escapar da Série B

Vitória contra o Fluminense deu um fôlego para o Peixe na reta final do Brasileirão

Por: João Pedro Bezerra

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A vitória diante do Fluminense por 2 x 0 na última quarta-feira (17), na Vila Belmiro, encheu o torcedor do Santos de esperança. Afinal, há muito tempo, o time não conseguia proporcionar uma boa apresentação. 

De quebra, o Peixe saiu da zona do rebaixamento e agora ocupa a 16ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos, três a mais do que o Juventude, primeira equipe que está no Z-4. 

Apesar do bom resultado, o Santos não terá muito tempo para se recuperar, já que neste sábado (30) às 17h, o time enfrenta o Athletico/PR em Curitiba. 

Vale destacar que o Furacão chega confiante para o duelo, após garantir vaga para a final da Copa do Brasil, com uma vitória por 3 x 0 contra o Flamengo, no Maracanã. 

Para o confronto na Arena da Baixada, o técnico Fábio Carille não vai contar com Marinho e Vinícius Zanocelo que estão suspensos, assim o garoto Ângelo pode começar como titular. 

10 decisões 

Para escapar do rebaixamento, o Santos tem mais 10 rodadas no Brasileirão, que são verdadeiras decisões. 

Os matemáticos sempre apontam que 45 pontos é o número mágico para escapar do rebaixamento. 

Contudo, por via das dúvidas é bom somar 46 pontos, já que o Coritibao em 2009, caiu com 45 pontos. 

Por outro lado, no ano de 2014, o Palmeiras conseguiu escapar da Série B, com apenas 40 pontos, ficando na 16ª colocação. 

Pegando o número 45 como referência, o Santos precisa ter quatro vitórias e um empate para se manter no Brasileirão Série A, ou seja, 13 pontos. 

A tabela do Peixe na reta final no Brasileirão não será fácil. 

A equipe do técnico Fábio Carille vai enfrentar times que estão brigando na parte de cima da tabela. Entretanto, a missão do Alvinegro Praiano não é tão desesperadora, principalmente, pois os adversários diretos estão perdendo muitos jogos, como Ceará, Juventude, Sport e Grêmio. 

Isso sem contar a Chapecoense que praticamente está rebaixada para a Série B, haja visto que o time de Santa Catarina só tem uma vitória no Brasileirão. 

Até o final da competição, o Santos enfrenta os seguintes times: Athletico/PR (fora), Palmeiras (casa), Bragantino (casa), Atlético/GO (fora), Chapecoense (casa), Corinthians (fora), Fortaleza (casa), Internacional (fora), Flamengo (fora) e Cuiabá (casa). 

Longe da Praia

A luta contra o rebaixamento não faz parte da história do Santos. 

O único ano que o clube brigou até o final do campeonato pela permanência na elite do futebol brasileiro foi em 2008, quando o time escapou do rebaixamento na última rodada na Vila Belmiro, com um empate sem gols contra o Náutico. 

Porém, naquela ocasião só um milagre faria que o Peixe fosse rebaixado, isso porque o time teria que perder para o Timbu e o Figueirense tirar um saldo de 16 gols de diferença. 

Assim, o Santos terminou na 15ª colocação. 

De lá para cá, o Alvinegro Praiano não teve mais complicações na luta contra o rebaixamento, até esteve na z-4 em 2015 e 2018, mas conseguiu sair com tranquilidade da situação e não teve problemas na reta final. 

Esperança

Uma das maiores esperanças do Santos é a torcida e a mística da Vila Belmiro, com público. 

Desde a volta da torcida aos estádios, o Peixe fez três jogos no Alçapão e somou duas vitórias. 

Vale destacar que no mês de novembro, o Governo do Estado de São Paulo liberou a capacidade de 100% dos estádios, com isso o apoio será ainda maior. 

O primeiro jogo do Santos com a capacidade total na Vila Belmiro será contra o Palmeiras no dia 7 de novembro. 

Outro fator preponderante para o Peixe escapar do rebaixamento é a qualidade técnica do atacante Marinho que não está numa boa fase, mas pode reencontrar o bom futebol de 2020, além das defesas milagrosas de João Paulo e a união do elenco, atrelada a experiência de Carlos Sánchez e Diego Tardelli. 

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.