Foto: Divulgação

Esportes

22 DE JULHO DE 2021

São Paulo FC, único clube brasileiro que foi três vezes campeão mundial

São Paulo é o único time brasileiro que conquistou o Mundial de Clubes em três ocasiões: 1992, 1993 e 2005

Por: Da Redação

Como diz o hino do clube “tu és forte, tu és grande”, o São Paulo Futebol Clube conta com 91 anos de história, repleta de glórias e conquistas. 

Nesta trajetória, o Tricolor coleciona um feito jamais alcançado por qualquer equipe do Brasil.

Ou seja, ter três títulos do Mundial de Clubes. 

Para alcançar esta marca, o São Paulo precisou derrotar grandes clubes do futebol europeu, como Barcelona, Milan e Liverpool. 

Além da qualidade técnica dos jogadores que conquistaram o mundo, a equipe do Morumbi precisou superar a força dos adversários com   raça e    vontade. 

1992

O primeiro título do São Paulo no Mundial de Clubes foi em 1992,

Na ocasião, o Tricolor garantiu a classificação para o torneio, após a conquista da Copa Libertadores contra o Newell´s Old Boys nos pênaltis, com o Morumbi lotado. 

Assim, a equipe comandada pelo técnico Telê Santana fez a final do Mundial contra o Barcelona, campeão da Champions League, em Tóquio no Japão. 

Vale ressaltar que os torcedores do São Paulo precisaram ficar acordados até a madrugada para assistir ao jogo disputado às 12h no Japão. 

Porém, o fuso horário não atrapalhou a empolgação dos são paulinos.

Contudo. a torcida levou um susto, quando Stoichkov marcou um golaço aos 12 minutos do primeiro tempo. 

O Tricolor não se abateu e criou boas chances.

Aos 27 minutos, Muller fez uma linda jogada e cruzou para Raí empatar o jogo. 

O camisa 10 do São Paulo estava inspirado.

No segundo tempo, ele cobrou uma falta perfeita sem chances para o goleiro.

Era a virada histórica do Tricolor, o gol do título que entrou para a história. 

Raí marcou os dois gols na decisão/ Foto: Divulgação

Naquela final, o São Paulo jogou com  Zetti; Vitor, Adilson, Ronaldão e Ronaldo Luis; Toninho Cerezo (Dinho), Pintado e Raí; Cafu, Palhinha e Muller. 

1993

No ano seguinte, mais uma vez o mundo foi Tricolor. 

O São Paulo chegou confiante.

Afinal, havia derrotado o Barcelona em 1992.

Além do título de bicampeão da Libertadores com autoridade, aplicando uma goleada de 5 x 1 na Universidad Católica no primeiro jogo no Morumbi. 

Todavia, o adversário da final do Mundial não seria fácil.

O Milan contava com grandes jogadores no plantel, como Baresi, Maldini, Albertini e Massaro. 

Mas nada assustou a equipe brasileira.

Mais uma vez, o técnico Telê Santana armou o time para surpreender os europeus. 

O time foi a campo com: Zetti; Cafu, Válber, Ronaldão e André Luiz; Doriva, Dinho, Toninho Cerezo e Leonardo; Muller e Palhinha (Juninho). 

Logo no início da partida, Cafu cruzou para Palhinha abrir o placar.

Após o gol, o Milan pressionou o São Paulo, porém não conseguiu marcar no primeiro tempo. 

Na etapa complementar, os italianos partiram ainda mais para o ataque e empataram o jogo com Massaro aos 3 minutos. 

Não demorou  para o São Paulo retomar a frente do placar.

Toninho Cerezo aproveitou o cruzamento de Leonardo para balançar as redes. 

A partida se encaminhava para o final, mas a emoção só aumentou.

Aos 36 minutos, Papin empatou novamente a partida. 

Restava poucos minutos para o término do tempo regulamentar.

Para azar do Milan, Toninho Cerezo deu um ótimo passe para Muller.

Ele dividiu a bola com o goleiro e colocou o São Paulo em vantagem.

Foi o gol do bicampeonato mundial  

Comemoração dos jogadores no terceiro gol do São Paulo/ Foto: Divulgação

A partida terminou em 3 x 2 para o Tricolor, que mais uma vez trouxe a taça para o Brasil. 

2005

Certamente, o Mundial mais difícil de ser conquistado pelo São Paulo foi em 2005. 

Com a globalização, a Europa se tornou o destino preferido dos jogadores de todos os continentes.

Assim, os clubes europeus montaram grandes elencos, repleto de craques. 

Dessa forma, muitos colocavam o Liverpool como grande favorito para a conquista do Mundial de Clubes. 

O São Paulo, por sua vez, chegou bem na competição.

Derrotou o Athletico Paranaense pelo placar de 4 x 0 na final da Libertadores. 

O Mundial de Clubes em 2005 foi realizado pela FIFA.

Assim os clubes campeões de todos os continentes disputaram o torneio.

O São Paulo derrotou na semifinal o campeão asiático, Al Ittihad, por 3 x 2. 

Na decisão, o técnico Paulo Autori apostou no sistema defensivo para derrotar a equipe do Liverpool. 

O Tricolor foi a campo com: Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior; Amoroso e Aloísio (Grafite). 

O zagueiro Lugano foi um dos destaques do São Paulo no Mundial de Clubes em 2005/ Foto: Divulgação

Aos 26 minutos, Mineiro fez o único gol do jogo que marcou o tricampeonato do São Paulo. 

A grande atuação dos zagueiros e do goleiro Rogério Ceni, que fez uma defesa milagrosa no chute de Gerrad , foram pontos cruciais para mais uma conquista. 

Apostas

Com a possibilidade das apostas nos dias atuais, colocar as fichas no São Paulo pode ser uma ótima oportunidade para ganhar dinheiro. 

Sites como Esporte Bet Brasil oferecem possibilidades aos apostadores conseguirem bons resultados. E retorno financeiro.

Isso porque, o clube  tem tradição e sempre chega longe nas competições que disputa. 

Nesta temporada, o São Paulo está nas quartas de final da Copa Libertadores, oitavas da Copa do Brasil e já conquistou o título do Campeonato Paulista, após um longo período de ‘vacas magras’. 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.