ETC
etc

13º Simpósio de Biologia Marinha da Unisanta prossegue até sexta

Água de lastro e seus riscos ambientais; zona costeira brasileira e o lixo marinho; crise mundial da atividade pesqueira; pesca…

29 de junho de 2010 - 11:13

Da Redação

Compartilhe

Água de lastro e seus riscos ambientais; zona costeira brasileira e o lixo marinho; crise mundial da atividade pesqueira; pesca industrial e a caça às baleias são alguns dos temas dos 29 minicursos, dez palestras e da mesa-redonda que integram o 13º Simpósio de Biologia Marinha da Universidade Santa Cecília (Unisanta), teve início nesta segunda-feira (28), às 18h30. O evento, considerado um dos maiores do país na área, irá até sexta-feira (2), e tem promoção do Curso de Ciências Biológicas – Biologia Marinha.


O objetivo é promover a discussão de importantes e atuais temas da Biologia Marinha, além de promover o intercâmbio entre os mais de 40 pesquisadores e especialistas convidados e os cerca de 700 participantes do simpósio, vindos de todas as regiões do País, 14 estados e quase 150 cidades brasileiras. 


Programação – O programa inclui, além das palestras e minicursos, apresentação de trabalhos científicos, oficinas diversas, concursos de fotos e estandes de livros e produtos do universo da Biologia Marinha.


A palestra de abertura abordará o tema Alguns aspectos de Ecossistemas Marinhos, a cargo do Prof. Dr. Sergio Rosso, do Departamento de Ecologia do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo.


Entre os minicursos oferecidos, há um que tratará de importante questão para a região da Baixada Santista e o mundo: A água de lastro e os seus riscos ambientais. O tema será apresentado pelo presidente da ONG Água de Lastro Brasil e pesquisador da Escola Politécnica da USP, Newton Narciso Pereira, o qual é referência sobre o assunto no País.  Esta ONG foi criada com o objetivo de contribuir para a proteção das espécies aquáticas nativas do Brasil contra a invasão de espécies exóticas trazidas pela água de lastro de navios transoceânicos.


A zona costeira brasileira e o lixo marinho é o foco de outro minicurso, a cargo do coordenador executivo do Projeto Lixo Marinho / Global Garbage Brasil, Paulo Harkot. O projeto surgiu com a ideia de estabelecer um Programa Brasileiro de Monitoramento do Lixo Marinho e aumentar o conhecimento sobre o lixo marinho no Oceano Atlântico Sul Ocidental e, mais especificamente, nas zonas costeiras e marinhas brasileiras.


Unisanta – Os professores e pesquisadores da Unisanta ministrarão os seguintes minicursos: Biologia de Organismos Marinhos Venenosos e Peçonhentos, com o biólogo Matheus Marcos Rotundo; Construindo um monitoramento geográfico de organismos marinhos incrustantes do fouling na costa brasileira, a cargo do doutor em Ecologia, Fabio Giordano; e Ecotoxicologia Aquática, com o pós-doutor Augusto Cesar, o prof. Dr. Camilo Dias Seabra Pereira e o prof. Fernando Sanzi Cortez.


A palestra Temas de Direito Ambiental para estudantes de Biologia, será ministrada pelo professor Luciano Pereira de Souza, da Faculdade de Direito da Unisanta, terça-feira, às 14h30.


Oficinas – Temas voltados à qualidade de vida foram escolhidos para as oficinas do simpósio, como Yoga aplicada ao estresse; mergulho; voo livre; capoeira; além de fotografia da natureza; teatro; circo – acrobacias de solo; e Eco-Empreendedorismo.


O encerramento será na sexta-feira (2), às 18 horas, com a premiação dos trabalhos científicos e do concurso de fotos.


Informações podem ser obtidas pelo telefone 3202-7100, ramal 7316, pelo site www.unisanta.br ou e-mail simposiobiomar@unisanta.br

LEIA TAMBÉM: