Línguas

19 DE AGOSTO DE 2021

Maioria dos brasileiros não fala outro idioma,requisito cada vez mais importante

A popularização dos centros de ensino de línguas estrangeiras e a democratização do aprendizado trazida pelos cursos online ajudam a alterar o cenário

Por: Da Redação

Falar um outro idioma além do português se tornou um dos principais requisitos na hora de conseguir uma boa vaga de emprego.

Afinal, os negócios estão se internacionalizando rapidamente.

Com isso, o inglês virou conhecimento quase essencial para quem busca trabalho, enquanto um chinês fluente praticamente garante uma boa posição no mercado.

Entretanto, a maioria dos brasileiros não fala nenhum outro idioma além do português.

Uma das últimas pesquisas sobre o tema é do início da década.

Na ocasião, uma empresa especializada em recolocação no mercado de trabalho entrevistou 420 brasileiros e constatou que 52% não tinham fluência em nenhum outro idioma além do português.

Por sua vez, 27% afirmaram falar mais de uma língua.

E ainda: 18% se disseram fluentes em dois idiomas além do materno.

Além disso, 3% se declararam fluentes em três ou mais línguas estrangeiras.

Em 2019, foi realizada outra pesquisa com foco no inglês.

A língua é ensinada em boa parte das escolas brasileiras e se tornou matéria obrigatória na grade curricular em 2020, após aprovação da proposta em 2017.

No entanto, um levantamento feito pelo Instituto Data Popular em parceria com o British Council mostrou que apenas 1% dos brasileiros realmente tem fluência no idioma inglês, enquanto 5% falam a língua, mas de modo não fluente.

A mesma pesquisa também mostrou que 91% consideram o inglês o idioma mais importante para o mundo dos negócios.

Entre os jovens de até 16 anos, o percentual é maior: 10,3% falam inglês, o que mostra que o ensino da língua nas escolas tem surtido efeitos.

Aprender uma outra língua requer cada vez mais interesse. em busca de qualificação profissional. Foto: Pexels/Divulgação

Cursos online

Outros fatores têm potencial para inverter essa situação: a popularização dos centros de ensino de línguas estrangeiras e a democratização do aprendizado trazida pelos cursos online.

Atualmente, é possível encontrar diversas formas de aprender idiomas pela internet.

Ou seja, desde cursos tradicionais em vídeo, até aplicativos que aumentam o vocabulário através de processos parecidos com os de jogos.

Um levantamento do portal MetaLecture mostrou que o número de pesquisas por cursos online de inglês bateu recordes logo no início da pandemia, entre o fim de março e o começo de abril.

Na ocasião, o nível de buscas pelo aprendizado foi 900% maior do que o registrado em fevereiro, apenas um mês antes.

Desde junho de 2020, o Centro Paula Souza oferece cursos gratuitos de inglês e espanhol para a população de Santos.

Com os altos níveis de desemprego, a tendência é que a fluência em idiomas estrangeiros se torne ainda mais importante.

Muitas empresas estão operando no regime home-office.

Isso derruba as fronteiras geográficas.

Além disso, faz com que os trabalhadores tenham mais chance de interagir com outros funcionários de diferentes países.

Por isso, dominar outras línguas também tende a se tornar uma maior oportunidade de estabelecer contatos e aumentar as possibilidades profissionais.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.