Mercado indica tendência para novos cursos | Boqnews
Foto: Divulgação

Educação

04 DE NOVEMBRO DE 2022

Mercado indica tendência para novos cursos

Remuneração e horários flexíveis estão entre os pontos principais para os jovens

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O mercado de trabalho tem se modificado e indica quais cursos estarão em alta no próximo ano para a escolha da profissão. Com a chegada do período que antecede a realização dos vestibulares, as atenções dos estudantes se voltam para os cursos que encontram mais oportunidades de vagas.

Devido a pandemia de Coronavírus, novas tendências surgiram em razão das mudanças ocorridas nos métodos e relações de trabalho. De acordo com estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), atualmente uma a cada quatro pessoas poderiam trabalhar de forma remota, sem necessidade do comparecimento presencial na empresa.

São 20,4 milhões de pessoas, que representam 24,1% do total da população ocupada no país. Esses dados demonstram o impacto que a pandemia trouxe às profissões.

Dessa forma, os estudantes, antes de optar pelo curso desejado, devem atentar para as chances de emprego oferecidas pela área em questão e como o serviço se configura dentro do mercado de trabalho. A taxa de desemprego no Brasil caiu 0,6 ponto percentual no trimestre móvel de julho a setembro de 2022.

Ficou em 8,7% no período, em comparação com o trimestre de abril a junho, quando foi de 9,3%.

Em relação ao mesmo período de 2021, a redução é de 3,9 pontos percentuais.

Segundo o IBGE, é a menor taxa desde o trimestre fechado em junho de 2015, quando o desemprego estava em 8,4%.

Essa pesquisa comprova que a taxa de desemprego caiu, ponto favorável aos brasileiros, reflexo disso é a geração de empregos.

Segundo Alex Agostini, economista-chefe da Austin Racing: “O avanço na vacinação proporcionou uma retomada econômica, principalmente no setor de serviços, do meio deste ano até agora. Este setor está crescendo muito e gerando bons empregos”, destaca.

Cursos

Boa remuneração e horários flexíveis são razões que agradam os jovens em busca do emprego.

Um curso muito conhecido é o de Marketing, para pessoas que lidam melhor com a comunicação e leitura.  A remuneração depende dos cargos neste ramo. Portanto, um gerente de marketing digital pode ter salários entre R$ 11.500 e 27.300. Já, gerente de e-commerce, com faixa salarial entre R$ 10.750 e R$ 27.300.

Dessa forma, outro curso importante é o de Direito. Sobre os salários, um gerente Jurídico, ganha entre R$ 13.150 e R$ 28.400. Todavia, um advogado empresarial/M&A sênior, especialista em fusões e aquisições, apresenta faixa salarial entre R$ 13.200 e R$ 24.150.

Além disso, curso em Análise Desenvolvimento de Sistemas estará em alta dentro da área de tecnologia. Ele terá o entendimento dos softwares, aplicativos e sistemas para computadores e dispositivos móveis.

As maiores remunerações para tecnologia são: Coordenador de segurança da informação, alcançando salários entre R$ 17.350 e R$ 23.750. Apesar disso, o Especialista/cientista de dados, tem faixa salarial entre R$ 14.400 e R$ 24.100.

O curso de Engenharia é outra possibilidade. Dicas de  cargos como Gerente de Supply Chain, com faixa salarial entre R$ 18.950 e R$ 30.000 e Gerente de Projetos (PMO), em que a remuneração varia entre R$ 14.550 e R$ 30.500.

A pesquisa das remunerações estão de acordo com a empresa de consultoria Robert Half.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.