Política

Acusado por Bolsonaro, Doria sobe o tom em discurso

Em seu discurso mais duro contra o presidente, o governador João Doria falou para Bolsonaro sair do seu ‘mundinho de ódio’.

29 de abril de 2020 - 13:10

Da Redação

Compartilhe

Durante sua entrevista coletiva tradicional realizada no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria fez o discurso mais duro até o momento contra o presidente Jair Bolsonaro.

Em 2018, Doria chegou a apoiar o presidente, com o jargão Bolsodoria.

Hoje, esta relação, até então amistosa, principalmente por parte do governador, inexiste.

Pela manhã, Bolsonaro cutucou o governador.

‘A imprensa tem que perguntar para o Doria porque tem mais gente perdendo a vida em São Paulo’, disse em ataque ao governador paulista.

Como resposta, de forma enfática, Doria falou para o presidente sair do seu ‘mundinho de ódio’ e da sua ‘bolha’.

“Seja solidário com os brasileiros que estão chorando mortos e outros que choram com seus enfermos”.

“Vida não se resume a números, mas sentimento. Espero que o sr. possa resgatar seu sentimento para olhar pelo seu País e os brasileiros”, disse Doria, ao fazer uma relação direta com a forma a qual Bolsonaro reagiu em entrevista coletiva sobre a elevação de mortos no Brasil em razão do Covid-19, ultrapassando a China.

Antes,  Bolsonaro havia sido abordado pela Imprensa sobre o assunto.

“E daí. Lamento. Quer que eu faça o quê”, respondeu Bolsonaro a jornalistas.

LEIA TAMBÉM: