nacional

Cineasta canadense vai levar discussão sobre Belo Monte ao Congresso americano

O cineasta canadense James Cameron garantiu hoje (12) que vai conversar com congressistas dos Estados Unidos sobre as consequências para…

13 de abril de 2010 - 13:10

Da Redação

Compartilhe

O cineasta canadense James Cameron garantiu hoje (12) que vai conversar com congressistas dos Estados Unidos sobre as consequências para o meio ambiente da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). O diretor do filme Avatar participou de uma manifestação liderada por organizações sociais brasileiras contra a realização do leilão da usina, marcado para o dia 20 de abril. 
Cameron explicou que os reservatórios das hidrelétricas inundam as florestas e geram gás metano, um dos principais responsáveis pelo efeito estufa, que atinge todo o planeta. “Washington deve estar interessado, porque não é um problema apenas do Brasil, é um problema internacional”, ressaltou. 
Segundo ele, todos os países devem ajudar a encontrar soluções socialmente responsáveis para resolver os problemas locais. “Está tudo conectado, estamos todos no mesmo planeta. Os ventos, as correntes marítimas e a atmosfera não respeitam as fronteiras dos países”, argumentou.  
O diretor James Cameron também disse que poderá fazer um documentário sobre a Amazônia. “Quando eu fico muito envolvido em um assunto, tenho que expressar isso por meio de um filme ou documentário. Existe uma oportunidade de fazer um documentário na Amazônia e dividir as suas palavras com o Brasil e com o resto do mundo”, disse.

LEIA TAMBÉM: