Exército vai ajudar cidade atingida por tornado em SC | Boqnews
Foto: Reprodução/RBS TV

Santa Catarina

21 DE ABRIL DE 2015

Exército vai ajudar cidade atingida por tornado em SC

De acordo com a Defesa Civil estadual, duas pessoas morreram e 120 ficaram feridas, além de mais de mil desabrigadas.

Por: Folhapress

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}
O Ministério do Trabalho informou que os trâmites burocráticos da liberação do FGTS para os atingidos começarão nessa quarta (22)

O Ministério do Trabalho informou que os trâmites burocráticos da liberação do FGTS para os atingidos começarão nessa quarta (22)

O governo federal mobilizou cem homens do Exército para ajudar a limpar e retirar os escombros de Xanxerê (SC), e liberará o FGTS das pessoas atingidas pelo tornado que destruiu parte da cidade nesta segunda-feira (20).

Segundo o Ministério da Integração Nacional, a Sedec (Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil) “está em contato com a Defesa Civil do Estado para o levantamento dos estragos e definição de outras providências por parte do governo federal”. O titular da pasta, Gilberto Occhi, deve ir ainda nesta terça para a região.

De acordo com a Defesa Civil estadual, duas pessoas morreram e 120 ficaram feridas, além de mais de mil desabrigadas. A força dos ventos destruíram totalmente 2.600 casas, um ginásio de esportes e uma unidade de saúde. “30% da cidade foi destruída”, calcula o secretário de desenvolvimento regional do Estado, Ivan Marques.

O meteorologista Rogério Rezende, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), disse que não é possível saber a velocidade exata dos ventos, mas estimou entre 130 km/h e 160 km/h. De acordo com ele, esse tornado deve ser classificado como categoria F1, numa escala que vai de F0 a F5.

O Ministério do Trabalho informou que os trâmites burocráticos da liberação do FGTS para os atingidos começarão nessa quarta (22), e que as famílias poderão sacar os valores nos próximos dias. Contudo, não há ainda uma data precisa em que isso poderá ser feito.

A liberação do fundo, comum nesse tipo de situação, depende de o governo estadual decretar situação de calamidade pública no município, o que foi feito nesta terça.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.