Salário mínimo brasileiro de R$ 1.412 já está em vigor | Boqnews
Dinheiro na mão. Foto: Marcello Casal Jr - Agência Brasil

Reajuste de 6,97%

01 DE JANEIRO DE 2024

Salário mínimo brasileiro de R$ 1.412 já está em vigor

Por causa dos benefícios da Previdência Social atrelados ao salário mínimo, o novo valor aumentará os gastos da União em R$ 35 bilhões

Por: Wellton Máximo
Agência Brasil

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O novo salário mínimo oficial no Brasil já vigora.

Ele é de R$ 1.412.

O valor, que será pago a partir de fevereiro referente à folha de janeiro, é 6,97% maior que o salário de R$ 1.320, que vigorou de maio a dezembro de 2023.

Aprovado no Orçamento Geral da União de 2024, o valor de R$ 1.412 corresponde à inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses terminados em novembro, que totalizou 3,85%, mais o crescimento de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022.

Enviada pelo governo em maio, a medida provisória com a nova política de valorização do salário mínimo foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado em agosto.

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o reajuste do salário mínimo beneficiará 59,3 milhões de trabalhadores e resultará em um incremento da renda anual no montante de R$ 69,9 bilhões.

A entidade estima que o governo – União, estados e municípios – arrecadará R$ 37,7 bilhões a mais por causa do aumento do consumo atrelado ao salário mínimo maior.

Ganho real

Ao descontar a inflação pelo INPC, o salário mínimo terá ganho real de 5,77% em relação a maio de 2023, quando passou a vigorar o mínimo de R$ 1.320.

Se considerar o salário mínimo de R$ 1.302, que vigorou de janeiro a abril, o ganho seria menor, de 4,69%.

Isso porque o INPC, índice que mede a inflação das famílias de menor renda (até cinco salários mínimos), estava mais alto no início de 2023.

De 2007 a 2019, vigorava a política semelhante à atual.

Assim, o salário mínimo tinha correção do INPC do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

Dessa forma, caso o PIB encolha, a reposição baseia-se apenas pela inflação.

De 2020 a 2022, o salário mínimo teve correção pelo INPC, sem ganhos reais.

Assim, no ano passado, houve dois aumentos.

Portanto, de janeiro a maio, o salário mínimo foi reajustado para R$ 1.302, com ganho real de 1,41%.

Assim, a partir de maio, o salário passou para R$ 1.320, com valorização real de 2,8% em relação ao mínimo de 2022.

Orçamento

Assim, o projeto de lei do Orçamento de 2024 estimava salário mínimo de R$ 1.421.

No entanto, com a queda do INPC ao longo do segundo semestre, o valor final ficou em R$ 1.412, conforme a lei orçamentária aprovada pelo Congresso Nacional em 22 de dezembro.

Por causa dos benefícios da Previdência Social atrelados ao salário mínimo, o novo valor, de R$ 1.412, aumentará os gastos da União em R$ 35 bilhões neste ano.

Segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), cada R$ 1 a mais no salário mínimo eleva as despesas do governo em R$ 389 milhões.

Os cálculos, no entanto, não consideram os ganhos de arrecadação decorrentes do aumento do consumo.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.