Saúde

Confira dicas para recuperar a forma depois da Páscoa

Especialistas dão opções de exercícios e alimentos para quem quer se livrar do excesso de calorias trazido pelo exagero na alimentação da Páscoa

22 de abril de 2014 - 14:31

Da Redação

Compartilhe

O feriado da Páscoa é uma comemoração marcada principalmente pela boa comida e reunião familiar. Refeições fartas e muito chocolate tornam a data especial, na qual, no que diz respeito à alimentação, sempre ocorrem exageros.

Depois da comemoração, vem o resultado na balança: alguns quilos a mais e a característica falta de vontade para se exercitar. No entanto, especialistas recomendam: o ideal é que o consumo de chocolate não ultrapasse os 40 gramas diários.

“O consumo de chocolate não deve ser exagerado nem mesmo durante Páscoa, já que o excesso desse alimento pode trazer consequências imediatas sérias, como vômito, diarreia e cefaleia”, explica a endocrinologista do laboratório Delboni Auriemo, Myrna Campagnoli.

De acordo com a especialista, caso haja exageros durante a comemoração, é recomendável que nos dias seguintes se consuma muitos alimentos ricos em fibras e haja ingestão de muito líquido para que o organismo volte a funcionar normalmente.

“O exagero da ingestão de chocolate em longo prazo pode causar problemas como a obesidade, o aumento do colesterol e doenças cardiovasculares”, alerta a médica.

Além da alimentação, a atividade física é fundamental para que o excesso de chocolate e alimentos gordurosos não tenha efeito no peso. “Toda movimentação física, principalmente quando supera a marca de dez minutos, contribui para o trabalho cardiovascular e acaba refletindo também na manutenção do peso”, declara o Dr. Luiz Augusto Riani, especialista em medicina do esporte.

“A movimentação adicional traz muitas vantagens e o ideal é que cada pessoa procure sempre avançar na prática de atividades físicas, buscando pelo menos 30 minutos diários de exercícios”, explica Luiz Riani.

Confira 10 dicas para recuperar a boa forma depois dos exageros da Páscoa

– Evite usar escadas rolantes e elevadores. Subir e descer escadas são ótimos exercícios aeróbicos para o dia-a-dia.

– Se for até a padaria perto de casa, almoçar em algum restaurante da região ou comprar algo na farmácia, opte por ir a pé. Caminhar, além de ser um exercício fácil e acessível, ajuda a combater o estresse.

– Fique atento às quantidades dos alimentos ingeridos. Mesmo legumes, frutas e verduras devem ser consumidos com moderação.

– Para ajudar a colocar o organismo em equilíbrio, aumente o consumo de água mineral, água de coco e de cereais integrais.

– Se não tiver tempo para se dedicar por trinta minutos seguidos a uma atividade física, tente dividir esse tempo em três parcelas de 10 minutos.

– Prefira o chocolate meio amargo. Além de conter mais cacau e menos gordura e açúcar, esse tipo de chocolate também tem propriedades anti-inflamatórias e dá maior sensação de saciedade.

– O melhor horário para o consumo de chocolate é depois do almoço ou como lanche da tarde. Evite a ingestão a noite.

– Com relação à intensidade dos exercícios físicos, o ideal é atingir uma leve sensação de cansaço durante a atividade, que não impeça a pessoa de falar; exercícios mais intensos podem fazer parte de um plano ideal de treinamento, mas devem ser orientados por um profissional especializado em atividade física.

– Durante os treinos, combine atividades que trabalhem diferentes aspectos da aptidão física, estimulando a força e a flexibilidade, além da capacidade aeróbica.

– Para as crianças, a quantidade de chocolate indicada não deve passar dos 30 gramas por dia.

LEIA TAMBÉM: