vida

Programa coleta urina de gestantes para produção de medicamento contra infertilidade

Mais de 700 mulheres de Guarujá, atendidas pela rede municipal de Saúde, participam, desde janeiro deste ano, do Programa HCG.…

14 de outubro de 2008 - 07:42

Da Redação

Compartilhe

Mais de 700 mulheres de Guarujá, atendidas pela rede municipal de Saúde, participam, desde janeiro deste ano, do Programa HCG. A iniciativa coleta urina de gestantes para a produção de medicamentos contra infertilidade feminina.
 
O material biológico, naturalmente descartado pelo corpo humano, pode ajudar mulheres a engravidar porque contém o HCG (Hormônio Coriônico Gonadotrófico), conhecido como hormônio da gravidez. O HCG é liberado pela placenta e mantém a gestação no início do desenvolvimento do embrião. Essa substância está presente nos primeiros meses e funciona como um anti-abortivo, estimulando a ovulação e tornando a gravidez possível.
 
Por suas propriedades, o HCG tem sido usado como matéria-prima na produção de medicamentos prescritos não só em tratamentos da infertilidade feminina, mas também em casos de criptorquidismo no homem (retenção de testículos).
 
De acordo com a promotora social Patrícia Fumero, a iniciativa foi implantada em Guarujá graças a um convênio com a Secretaria Municipal de Saúde. “O programa fornece testes de gravidez às Unidades Básicas de Saúde, em troca da divulgação do programa entre as pacientes com até três meses de gestação”, disse.
 
Segundo Patrícia, as promotoras visitam os postos de saúde para localizar possíveis doadoras. As gestantes assistem a uma palestra sobre o programa e recebem recipientes para coleta da urina.
 
“O material é retirado na casa das doadoras a cada quatro dias, durante os primeiros quatro meses e meio de gravidez. Ao final do período de doação, as gestantes recebem um kit com enxoval de bebê em agradecimento”, explicou.
 
O Programa HCG foi criado no Brasil em 1986, pela indústria de produtos farmoquímicos Diosynth, e já foi implantado em 41 cidades do Estado de São Paulo e nove de Minas Gerais. Na Baixada Santista, além de Guarujá, o programa está presente em mais seis municípios: Santos, São Vicente, Cubatão, Mongaguá, Bertioga e Praia Grande.
 
Serviço
As mulheres interessadas em realizar a doação podem entrar em contato com o programa pelo telefone 0800-559022. A ligação é gratuita. Outras informações podem ser obtidas no site www.programahcg.com.br

LEIA TAMBÉM: