Dr. Bruno Pompeu

SUS: de quem é a culpa?

12 de janeiro de 2012 - 16:15

Compartilhe

O SUS é perfeito, acreditem! Foi elaborado e concebido por pensadores da medicina sanitária brasileira, com dedos de pessoas imortais, como o Dr. David Capistrano, por exemplo. Então por que tanta falha? Porque o problema está no ser humano, nas vaidades, na cobiça, no mau caráter e no perverso fisiologismo dos maus políticos. Então, de quem mais é a culpa, é do próprio SUS? Não! Não é dele.


A culpa é minha. É minha porque me calo, é minha porque lá continuo, é minha porque gosto do que faço, é minha porque preciso viver, é minha porque estou tentando mudar e melhorar a minha parte. A culpa também é da população, pacata, obediente e cordata, que engole tudo, goela abaixo, sem reclamar, sem reivindicar.


A massa de usuários é gigantesca com poder de eleger presidentes, governadores e qualquer político de qualquer partido. Essa massa de gente, direta ou indiretamente, urge clamar melhoria em todo o equipamento SUS. Médicos, paramédicos e pessoal administrativo recebem salários de arrepiar, desolador e revoltante.


Se políticos tivessem a obrigatoriedade de usar o SUS em seus atendimentos, com certeza as coisas estariam melhores. Porém, esses “deuses” usam e abusam do erário publico, trafegando e parando em suntuosos hospitais de nossa capital. E como fica o usuário SUS que nele vota e paga seus impostos? Até quando? A resposta pode estar em suas mãos: próximas eleições!