Solidariedade

Entidades de Santos precisam de doações em momento delicado da pandemia

Número de doações diminuiu neste período

20 de março de 2021 - 18:00

Da Redação

Compartilhe

Os reflexos da pandemia trazem impactos em diversos setores da sociedade. Por exemplo, muitas pessoas deixaram de contribuir com as entidades, pois perderam o emprego ou precisaram enxugar o orçamento.

Vale destacar que uma das formas das entidades arrecadarem fundos para manter suas respectivas atividades são os eventos beneficentes. Porém, muitos deles não ocorreram por conta do vírus ou foram adaptados por meio da tecnologia. Assim as instituições que têm o objetivo de ajudar o próximo estão encontrando dificuldades em 2021 sobretudo neste momento em que houve um aumento significativo do contágio da Covid-19.

Uma destas entidades é o Projeto Tia Egle, fundado em 2003 que atende a mais de 290 crianças na Zona Noroeste. A finalidade da instituição é oferecer atividades educacionais, culturais e esportivas, além da entrega de alimentos e marmitex.
De acordo com a presidente da entidade Egle Rodrgiues, a situação está complicada em meio a pandemia. “As crianças necessitam de ajuda. Alguns pais não estão conseguindo trabalhar. Então é preciso um maior número de doações”, citou Egle.

Dessa forma, a entidade precisa de alimentos não perecíveis, produtos de higiene, máscaras, roupas e livros.

A APAE Santos também precisa de doações de produtos de cesta básica e de limpeza. Além disso, as pessoas podem fazer contribuição em espécie com um valor fixo por mês. A entidade atende pessoas com deficiência e cerca de 220 famílias.

Já a Gota de Leite, que assiste crianças de 11 meses até adolescentes de 17 anos, e também promove projetos culturais, ambientais, educacionais e esportivos necessita de doações para a manutenção do espaço.

Segundo a coordenadora de desenvolvimento institucional, Marise Hashimoto, uma das formas de contribuir é por meio da Nota Fiscal Paulista (NFP).”Basta cadastrar a entidade no site da NFP para receber automaticamente a doação e a cada compra realizada, a Gota de Leite recebe a doação automática do cupom fiscal”, destacou.

Por conta da fase emergencial determinada pelo Governo do Estado de São Paulo, a entidade está com as atividades suspensas, mas assim que voltar será fundamental a doação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza.

Para se ter uma ideia do impacto da pandemia no trabalho das entidades, o Núcleo de Reabilitação do Excepcional São Vicente de Paulo (Nurex), que promove a reabilitação de crianças, adolescentes e adultos com necessidades educativas especiais diagnosticadas com deficiências múltiplas e autismo, teve uma queda significativa na receita. Dessa forma, o quadro de funcionários caiu 12%.

Para manter as atividades, a instituição lançou a campanha “Procura-se Anjo da Guarda, que tem como propósito alcançar novos sócios. De acordo com o presidente Célio Dias Alves, a meta é a alcançar mil associados.

Campanhas

Com a proximidade da Páscoa que neste ano será celebrada no dia 4 de abril, diversas entidades promovem campanhas, com doações e vendas de caixas de chocolate e ovos de Páscoa.

O Lar Espírita Mensageiros da Luz, que realiza um trabalho de acolhimento às pessoas portadoras de paralisia cerebral, está vendendo ovos de Páscoa pelo site. Quem comprar, além de poder presentear alguém, estará ajudando pessoas que necessitam da entidade. São diversas opções de chocolate com preços acessíveis.

Outra entidade que está realizando campanha na Páscoa é a Abraccii (Associação Brasileira de Apoio e Combate ao Câncer Infantojuvenil), que está arrecadando fundos para a montagem da cesta de Páscoa para as crianças atendidas pela instituição. O valor da cesta que contempla um ovo de Páscoa, suplementos alimentares e um livro é de R$ 75, mas as pessoas podem doar qualquer quantia.

O Cenin (Centro Intregado de Assistência à Pessoas com Câncer) está arrecadando ovos de chocolate e caixas de bombons até o dia 26 de março para fazer a alegria do público atendido.

Além disso, a entidade precisa de doações de alimentos, cesta básica, leite em pó e fraldas para continuar com a prestação de serviços na área da saúde, mediante execução de programas e projetos, sempre de forma gratuita, integral e planejada.

Necessidade

A pandemia da Covid-19 alavancou ainda mais a situação da população de rua em Santos. No início do ano, o Boqnews trouxe uma reportagem sobre o aumento em mais de 70% dos moradores de rua do município na última década. Este índice pode aumentar ainda mais diante dos prejuízos causados pela pandemia.
Parte da população que está sem moradia ou em situação de vulnerabilidade procura ajuda no Albergue Noturno de Santos, localizado no Centro. A busca por abrigo e comida tem sido ainda mais elevada por conta do fim do auxílio emergencial, pois muitas pessoas não estão trabalhando e não recebem o benefício, ou seja, a situação está muito delicada.

Por essas circunstâncias, a instituição obteve uma procura ainda maior de pessoas neste período e precisa de doações de materiais de higiene, limpeza e máscaras.

Quem também passa por situação parecida é a entidade Centro Espírita Ismênia de Jesus. A instituição já tem 84 anos de história, e tem encontrado dificuldades nas doações. O presidente da entidade Ismael Leal ressalta que as ações de entrega de alimentos para a população mais vulnerável não pararam. “Estamos conseguindo fornecer todos os dias uma média de 110 marmitex, além disso entregamos kits de higiene em alguns dias”, ressaltou. Além disso, o presidente destacou que a entidade segue todos os protocolos de segurança, sendo que as palestras estão sendo disponibilizadas por meio da internet.

Outra ação social lançada esta semana é campanha Tem Gente com Fome – Dá de Comer. A iniciativa nacional traz a participação de artistas e outros profissionais envolvidos na busca de recursos para garantir cestas básicas às famílias mais vulneráveis. As doações podem ser feitas diretamente no site temgentecomfome.com.br

Rede Solidária

Participe da Rede Solidária Boqnews, contribuindo com doações e apoio às entidades que auxiliam os menos favorecidos, acesse o link: www.boqnews.com/cidades/confira-como-ajudar-as-entidades-na-rede-solidaria-do-boqnews/

LEIA TAMBÉM: