Santos

III Semana da Cultura Caiçara terá início no dia 15

De 15 a 21 de março em diversos espaços da Cidade

10 de março de 2016 - 09:40

Da Redação

Compartilhe

A Semana da Cultura Caiçara em sua terceira edição homenageia o compositor Gilberto Mendes e o escultor Francisco Telles, indispensáveis para a nossa cultura.

Já inserido no Calendário Oficial de diversas cidades (Santos, Guarujá, São Vicente, São Sebastião, Cananéia, Ubatuba, Paraty entre outras), em Santos a Semana terá ações em escolas, universidades, comunidades de base, feiras, equipamentos turísticos e demais espaços públicos e naturais, visando também o fortalecimento de redes de empreendedorismo criativo e sustentável que possibilitem a troca de bens e serviços culturais, bem como a circulação das pesquisas referentes ao caiçara e suas relações com o Meio Ambiente.

De fundamental importância para a formação da identidade nacional, o caiçara representa a gênese e o desenvolvimento de uma cultura que nasce no litoral, nos primeiros anos da Colonização, através da miscigenação entre o indígena, o europeu e o africano, e depois expande-se pelo território brasileiro através dos Bandeirantes e tropeiros.

O que é ser caiçara?
O dicionário Aurélio define Caiçara como “moradores do litoral Sul do Rio de Janeiro, litoral de São Paulo e litoral Norte do Paraná”. Na verdade, segundo o pesquisador Antonio Diegues, da Universidade de São Paulo – USP, a palavra “caiçara” tem origem tupi-guarani. “Caa” significa pau e mato; “içara” quer dizer armadilha, mas também dá nome a um tipo de proteção feita de galhos e varas que os índios usavam para pescar e colocavam em volta de suas casas.

A pesquisadora e escritora Gioconda Mussolini (1980) define o caiçara como um ser anfíbio que vive entre a terra e o mar. Historicamente, os registros de populações caiçaras se referem à época da ocupação da costa do Brasil. Com a chegada dos portugueses, em 1500, o Brasil passou a fornecer matéria prima para Portugal e para suas vilas instaladas nas cidades do litoral. O litoral era local de fácil escoamento da produção agrícola, principal economia da época. Mas foi o isolamento geográfico de algumas comunidades que as manteve preservadas e aos ambientes onde vivem.

A mistura entre o indígena, o europeu e o africano, resultou no caiçara, produtor de uma cultura genesíaca no Brasil segundo pesquisadores. A marca da cultura caiçara é a prática da agricultura de subsistência, tendo como base de sua alimentação o peixe e a mandioca, com que produziam a farinha. Essa herança de costumes indígenas e a facilidade de acesso à Mata Atlântica e seus ecossistemas relacionados como o mangue, a restinga, lagoas e cursos d’água, possibilitou a independência e afirmação cultural e econômica destas comunidades do Litoral Sudeste Brasileiro.

 

Programação

Roteiro Gastronômico

Restaurante-Escola Estação Bistrô
Cardápio elaborado utilizando ingredientes caiçaras como taioba, banana e peixes. Também haverá apresentação de música tradicional caiçara de rabeca e outros instrumentos.
De terça a sábado – Das 12h00 às 15h00
Largo Marquês de Monte Alegre, s/n – Valongo
Telefone: (13) 3219-3494

Oca Restaurante 
Cardápio elaborado com ingredientes caiçaras
De terça a sábado – Das 11h00 às 15h00 e 19h00 às 23h00
Rua Azevedo Sodré, 155 – Gonzaga
Telefone: (13) 3302-3133

Gastronomia na Ilha Diana 
Cardápio diverso no Bar e Restaurante da Ilha Diana com foco no Azul Marinho, prato tradicional caiçara que leva peixe ensopado e banan verdolenga.
Agendar com antecedência
Ilha Diana – Telefone (13) 3019-5418.

Comedoria Sesc 
Cardápio com elementos ou pratos da culinária caiçara
Rua Conselheiro Ribas, 136 – Aparecida
Telefone (13) 3278-9800

Pizzaria 7° Avenida
O restaurante apresenta uma pizza com ingredientes caiçaras durante toda a semana.
Avenida Gal San Martin, 140 – Ponta da Praia
Telefone: (13) 3261-4411

Escola Caiçara

Rede Municipal de Educação
Contação de Lendas Caiçaras e projeto O Escritor na Escola com o Coletivo Caiçara
De terça a sexta-feira, manhã e tarde.

Turismo Social

Sesc Santos 
Nos Arredores de Paraty: Tradições Caiçaras
Excursão 16 a 20/03 – lista de espera

Turismo de Base Comunitária

Visitação à Ilha Diana e ao Caruara (Intercâmbio de Comunidades)
Projeto Turismo de Base Comunitária: Comunidade do Caruara visita Comunidade da Ilha Diana e comunidade da Ilha Diana visita Caruara
*Inscrição para os moradores da comunidade do Caruara e Ilha Diana. Maiores informações com Secretaria de Turismo – telefone (13) 3201-8000

Mês da Mulher Caiçara

MISS Museu da Imagem e do Som de Santos – Exposição Rastros 
Exposição fotográfica com Catharina Apolinário, Christina Amorim, Isabel Carvalhaes e Isabella Carrari. De 11 de março (20h abertura) a 29 de abril
Iconografia Caiçara – FAMS

Shopping Praiamar – O Caiçara
Exposição de fotografias do acervo da Fundação Arquivo e Memória de Santos com curadoria do historiador Sergio Willians. De 15 a 21 de março

15/03 (terça-feira)

Praça Mauá
12h00 – Mar Caiçara (teatro de rua) com Coletivo Caiçara

Caruara 
14h00 – Oficina de Rabeca Calunga com Galeno Malfatti
Para os jovens participantes do Cecom SCFV.

Teatro Sesc 
20h00 – Yvy marã ey – Abertura – Homenagem a Gilberto Mendes com Livio Tragtenberg, Percutindo Mundos, Coral Zanzalá, Danilo Nunes, O Boi de Conchas e Coletivo Caiçara

16/03 (quarta-feira)

MISS – Centro Cultural Patrícia Galvão
20h00 – Cine Caiçara (seleção de curtas)

SENAUT – Sede Náutica
19h00 – Visita monitorada dos alunos da SENAUT ao Orquidário Municipal

Oficina Pagu
19h00 – Oficina Identidade Caiçara com Fátima Cristina Pires

Sesc Santos
19h30 – Percursos, bate-papo sobre mapeamento cultural com Ana Paula do Val e apresentação do Projeto Ramal Caiçara

Oca Restaurante
20h00 – Café com peixe, bate-papo sobre gastronomia caiçara com Christina Amorim e Daniel Stucchi

Pizzaria 7° Avenida
19h00 – Apresentação de pizza com ingredientes caiçaras e degustação de cerveja Caiçara Homebrew, feita com grumixama e araçá.

17/03 (quinta-feira)

Caruara – Cecon (Centro de Convivência)
14h00 – Oficina de Artesanato Caiçara com Galeno Malfatti
Para os jovens participantes do Cecom SCFV.

Oficina Pagu
19h00 – Oficina Identidade Caiçara com Fátima Cristina Pires

SENAUT – Sede Náutica
Visita monitorada dos alunos do SENAUT ao Aquário Municipal
(Para alunos da SENAUT – horário a confirmar)

Cine Arte Posto 4
19h00 – A Odisseia Musical de Gilberto Mendes, direção Carlos de Moura Ribeiro Mendes
21:00 – New Gaza, direção Rita Martins Tragtenberg com participação de Gilberto Mendes

Teatro Guarany
20h00 – Santos de frente para o mundo – Cia Aplauso de Dança

18/03 (sexta-feira)

Sesc Santos
08h00 – Passeio à Ilha Diana – turismo social
Ilha Diana 
10h00 – Projeto Leia Santos
Arte no Dique
16h00 – Essa gente a Beira Mar, bate-papo com a pesquisadora Meire Berti
17h00 – Jam no Dique, improvisação com Ugo Castro Alves e alunos do Arte no Dique

Oficina Pagu
19h00 – Oficina Identidade Caiçara com Fátima Cristina Pires

Sesc Santos
19h30 – Lançamento do Livro Direito das Comunidades Tradicionais Caiçaras e bate-papo com Antonio Carlos Diegues e Paulo Stanich
Teatro Municipal Brás Cubas
20h00 – Marulhos (teatro) com Cia Marulhos

19/03 (sábado)

Concha Acústica – Projeto Conchinha
10h30 – Pescando Lendas (teatro) com Bella Cia.

Gibiteca de Santos
10h00 – Como Fazer uma HQ – do Início ao Fim (versão lendas caiçaras)

Praia do Gonzaga 
11h00 – Festival de Castelos de Areia – Canal 3, próximo à Concha Acústica

SENAUT – Sede Náutica (Ponta da Praia)
10h00 – Remada Caiçara (saída) – Ponta da Praia
(Aberto – canoas, caiaques, SUPs, barcos)
Com exposição de canoa caiçara

Monumento Nacional Engenho São Jorge dos Erasmos
14h30 – Balaio de Causos Caiçaras, bate-papo com o caiçara Julinho Mendes, de Ubatuba

Jardim Botânico Chico Mendes
15h00 – 23° Sarau Caiçara
(Natureza em Arte)

Aquário Municipal (Praça do Choro)
17h00 – Orquestra na Rua Quarteto (música)

Concha Acústica
19h00 – Vida Nova (música) com Rafael Palmieri
20h00 – Autoria (música) com Paulo Cesar Luz
Em caso de chuva as atividades serão transferidas
20/03 (domingo)

Feira de Orgânicos
10h00 – Apresentação musical

Gibiteca de Santos
17h30 – Culturalmente Caiçara, bate-papo sobre arte e cultura em Santos

Concha Acústica – Projeto Conchinha
10h30 – Embarcações (teatro) com o Teatro do Pé
19h00 – Música Popular Caiçara com o grupo Alma Caiçara
(Em caso de chuva as atividades serão transferidas)

Casa da Frontaria Azulejada
III Mostra de Arte Contemporânea Caiçara – homenagem a Francisco Telles

15:00 – Abertura
(Atelier Oficina 44, Coletivo Caiçara, Caiçara Vegan Fest)
15h30 – Navios (dança) com N(i)D Núcleo indisciplinas de dança da Unifesp
16:30 – Pindorama (Improvisação de dança, literatura e música)
17h30 – Mundo Caiçara (intervenção)
18h30 – Sonho de Voar (música) com Saramandaia
19h30 – O Cinema Invisível (música) com Percutindo Mundos
20h30 – Ciranda da minha terra (música) com Carrossel de Baco
22h00 – Giramundo (música, dança) improvisação com público e artistas

21/03 (segunda-feira)

Casa da Vovó Anita
16h00 – Entre nuvens um passarinho (poesia, música) com Ricardo Rutigliano Roque e Rogerio Baraquet

 

A curadoria da Semana é de Márcio Barreto e a realização é da Prefeitura de Santos, através da Secretaria de Cultura, Turismo, Esportes, Meio Ambiente, Comunicação, FAMS, MISS, Monumento Nacional Ruínas do Engenho São Jorge dos Erasmos, Oficinas Culturais do Estado de São Paulo, SESC Santos e com o apoio de Arte no Dique, Associação Caiçara de Canoagem, Caiçara Expedições, Caiçara Home Brew, Cestas da Terra, Estação Bistrô Restaurante Escola, Forneria 7° Avenida, Feira de Orgânicos, Imaginário Coletivo de Arte, Jornal Martim Pescador, Oca Restaurante.
Suas atividades envolvem música, dança, teatro, literatura, contação de histórias, artes visuais, artes plásticas, cinema, gastronomia, debates, oficinas, esportes e turismo de base comunitária.

LEIA TAMBÉM: