Pesquisa Enfoque

Marina Silva dispara na preferência do eleitorado regional

José Serra (PSDB) leva ligeira vantagem sobre Eduardo Suplicy (PT), mas estão empatados dentro da margem de erro

05 de setembro de 2014 - 22:20

Fernando De Maria

Compartilhe

Em ascensão em todas as pesquisas realizadas em âmbito nacional, a onda Marina Silva (PSB) também chegou ao litoral paulista. E os números mostram um cenário bem confortável para ela, faltando pouco menos de um mês para as eleições, conforme mostram os resultados da primeira pesquisa realizada exclusivamente entre eleitores da Baixada Santista elaborada pela Enfoque Comunicação a pedido do Boqnews.

Tanto na espontânea, como na induzida (quando é apresentado ao entrevistado um disco como os nomes de todos os candidatos), Marina lidera, crescendo de 22,3% para 35,2%, o maior aumento entre os postulantes ao cargo presidencial.

Em segundo lugar, a presidente Dilma Rousseff (PT) também cresce na comparação, mas em ritmo menor: de 12,5% para 19,8%, enquanto Aécio Neves (PSDB) amplia de 10,4% para 15,9%.

numeropresidenciavelpesquisaenfoque

 

A boa performance de Marina na região pode ser explicada por dois motivos: ela se colocou como a principal candidata de oposição deixando para trás o concorrente tucano na visão de parcela do eleitorado que não quer a continuidade do atual governo. Além da votação expressiva obtida na eleição presidencial de 2010, quando ficou em terceiro lugar, com 19,7 milhões de votos.

Naquela ocasião, a então candidata pelo PV obteve 23,7% do total dos votos válidos entre os eleitores da Baixada Santista (foram 220.852 sufrágios), índice superior à média nacional de 19,33%. Dilma obteve 37,5% (350.187) e José Serra, 37,1% (346.198). Na época, a candidata do PT ganhou em São Vicente, Cubatão, Bertioga e Guarujá. Hoje, conforme a pesquisa, ela supera Marina apenas em Mongaguá.

quadropesquisapresidente

Em Santos, maior colégio eleitoral da região, ela alcança 35,2% do total de intenções de votos. Em 2010, Marina recebeu 65.395 sufrágios de eleitores santistas (25,58% dos votos válidos). Na eleição passada, José Serra (PSDB) foi o vitorioso na Cidade, com 44,13% dos votos válidos (112.845). O atual candidato tucano, Aécio Neves, tem hoje 15,8% da preferência dos santistas, atrás de Dilma Rousseff, com 18,4%, que recebeu 28,82% dos votos na Cidade (73.681) em 2010.

O crescimento da preferência dos eleitores pelos candidatos é inversamente proporcional ao grau de escolaridade. Dilma Rousseff tem 21,6% dos votos junto aos que têm Ensino Fundamental, completo ou não, e 14,2% entre os eleitores de nível superior. Aécio tem 15,4% e 22%, respectivamente. Marina tem 31,7% dos votos dos que têm Ensino Fundamental e 41,4% entre os de nível superior.

No item renda, os maiores índices de Dilma estão entre os que ganham de 1 a 2 salários mínimos (até R$ 1.448,00), onde ela tem 22,3% desta fatia do eleitorado e 18,4% entre os que recebem entre 5 e 10 salários mínimos. Nesta faixa salarial, Marina tem o voto de 48% dos eleitores e Aécio, 17,3%.

Segundo turno
A pesquisa também traz as preferências dos eleitores em um eventual segundo turno. Se a eleição fosse hoje, Marina venceria em todas as cidades da Baixada Santista, contra Dilma Rousseff ou Aécio Neves. Já Aécio ganharia de Dilma Rousseff, mas o índice de abstenção ou anulação dos votos seria o maior (26,8%).

quadropesquisasegundoturno

Senado
Com uma vaga em disputa, os candidatos do PSDB, José Serra, e do PT, Eduardo Suplicy, são os mais lembrados pelos eleitores. Serra leva pequena vantagem, mas está dentro da margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou menos.

O candidato tucano está na frente hoje nas cidades de Guarujá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e Cubatão. Já Suplicy, em Itanhaém. E há empate técnico em Bertioga, Mongaguá e São Vicente. Os indecisos chamam a atenção: 37,8%. Em São Vicente, são 42,8% do total de eleitores, permitindo, portanto, mudanças até as eleições.

quadrosenadopesquisaenfoque

 

(*) Para ver a pesquisa e análise da eleição para governador clique aqui

(*) Para ver a pesquisa e análise da eleição para deputados clique aqui

(*) Para ver a pesquisa completa clique aqui

LEIA TAMBÉM: