Copa 2018

Croácia supera Inglaterra e vai à final inédita contra a França

Inglaterra faz 1 a 0 sobre a Croácia e tenta garantir o placar para disputar a final da Copa 2018

11 de julho de 2018 - 12:31

Marcelo Brandão

Da Redação

Compartilhe

Pela terceira vez consecutiva, a Croácia jogou a prorrogação e chegou à final inédita.

A capital croata, Zagreb, está em festa com milhares de torcedores nas ruas.

Em 1998, em sua melhor participação em copas, a Croácia chegou à semifinal justamente contra a França.

Na ocasião, a França venceu por 2 a 1, que acabou sendo campeã contra o Brasil.

A Inglaterra iniciou o jogo em vantagem.

Logo no início do primeiro tempo, Trippier acertou uma bela cobrança de falta e abriu o placar para o time inglês, considerado o favorito para o confronto até então.

A vitória deu tranquilidade à equipe inglesa que passou a dominar o jogo ao longo do primeiro tempo.

O cenário era favorável até parte do segundo tempo.

Tudo caminhava para a vitória inglesa até que o jogador Perisic se desvencilhou dos zagueiros e conseguiu empatar a partida.

Com o empate em 1 a 1, o jogo foi para a prorrogação – a terceira da equipe croata.

Passando pouco mais da metade do segundo tempo, Mandzukic, camisa 17 da seleção croata, acreditou na bola cruzada e conseguiu se livrar dos marcadores para acabar como o sonho inglês.

A equipe inglesa não conseguiu pressionar o suficiente para reverter o placar e sonhar com os pênaltis.

O sonho inglês acabava com o apito final do árbitro.

 

Time da Croácia elimina a seleção anfitriã da Copa pelos pênalti, avançando para a semifinal contra Inglaterra Foto: Getty Images

Time sem pressão

Contra dinamarqueses e russos, os croatas eram favoritos, pelo qualidade do time, sobretudo no meio campo.

Desta vez, a história será diferente e a pressão passará para o outro lado. O técnico croata Zlatko Dalic afirmou que seu time entrará sem pressão.

“Sabemos que estamos jogando contra um time muito bom. Esperamos um outro estilo de futebol amanhã, talvez mais apropriado para nós. Mas não há pressão. Jogaremos relaxados, viemos para desfrutar do futebol”, disse, na coletiva de imprensa.

E se Walker fala em sonhar grande, Dalic também sonha. O treinador já projetou um cenário com a Croácia campeã mundial. “Não posso imaginar o que poderia acontecer se a Croácia fosse campeã mundial. Provavelmente ninguém trabalharia por dias”, disse.

Para ele, a Croácia é merecedora de voltar a uma semifinal de Copa do Mundo. A primeira – e última – vez que chegou a essa fase foi em 1998, na Copa da França. “Depois de 20 anos, estamos de volta ao nosso lugar. Estou certo de que merecemos”.

Confrontos

No sábado, às 11 horas (horário de Brasília), Inglaterra e Bélgica se enfrentam para a disputa pelo terceiro lugar.

No domingo (15) (horário de Brasília), às 12 horas, França e Croácia fazem a final inédita.

LEIA TAMBÉM: