Mundo

Cerca de 45% da população sofre com distúrbios do sono

Problemas são mais frequentes no homem a partir dos 30 anos e nas mulheres a partir da menopausa

13 de setembro de 2017 - 11:27

Da Redação

Compartilhe

Distúrbios do sono têm se tornado cada vez mais comuns entre indivíduos de todo o mundo.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, 45% da população sofre com esses problemas que incluem insônia, apnéia do sono e ronco.

Já entre os brasileiros, segundo a Associação Brasileira do Sono, 24% dos homens e 18% das mulheres de meia-idade roncam; acima dos 60 anos, esse índice sobe para 60% e 40%, respectivamente.

A apnéia do sono é a obstrução das vias aéreas por alguns momentos durante a noite, pela aproximação dos tecidos da garganta, fechando a passagem do ar e impedindo a respiração por alguns segundos, varias vezes por noite.

Já o ronco é a vibração dos tecidos da garganta quando o ar passa e prejudica muito mais do que as pessoas imaginam.

Esses problemas são mais frequentes no homem a partir dos 30 anos e nas mulheres a partir da menopausa, interferem no descanso do organismo, nos relacionamentos e podem levar até a problemas cardíacos, como pressão alta e infarto do miocárdio.

LEIA TAMBÉM: