Meio ambiente

Cetesb multa empresa por lançar amônia por danos ambientais

A contaminação no ar, solo e água do estuário santista causou prejuízos danosos à fauna, flora e risco à saúde dos funcionários e população

15 de maio de 2020 - 18:16

Da Redação

Compartilhe

A CETESB multou a empresa Ultrafértil (VLI) em R$ 248.490,00 pelo lançamento de gás amônia na atmosfera e efluentes contaminados no estuário, ocorrido em 28 de abril, nas dependências do Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), localizado em Santos.

A contaminação no ar, solo e água do estuário santista causou prejuízos danosos à fauna, flora e risco à saúde dos funcionários e população.

O vazamento se deu por causa de uma ruptura na junta de vedação da válvula do amoniaduto, obrigando à imediata evacuação do terminal.

O acidente foi controlado pela própria equipe de segurança da empresa.

A amônia é um gás incolor, tóxico e corrosivo na presença de umidade.

Resposta

Em nota, a empresa informa que já foi notificada pela Cetesb e que vai analisar o conteúdo para adotar as providências cabíveis.

LEIA TAMBÉM: