Banco

Reclamação bancária

Para justificar o atraso, as informações que recebo desses representantes é que o banco, ao oferecer juros mais baixos, atraiu grande número de interessados

21 de janeiro de 2021 - 12:15

Adelto Gonçalves

Compartilhe

Senhor editor:

Escrevo para reclamar do mau atendimento oferecido pelo Banco Itaú, especialmente pelo setor que cuida de financiamento imobiliário.

Como estou vendendo um imóvel a um comprador que pretende financiar parte do pagamento, no dia 10 de dezembro, uma engenheira, que não exibiu credencial do banco nem do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Estado de São Paulo (Crea-SP), fez uma avaliação do imóvel, que teria sido encaminhada ao departamento jurídico do Itaú.

Mas, desde então, passados mais de 40 dias, o financiamento não foi liberado (proposta nº 03795542), embora, segundo o corretor, nenhum impedimento tenha sido levantado contra o comprador.

Quero lembrar que, dentro da atual política dos bancos de drástica redução de pessoal e agências bancárias, ao que parece, as negociações para financiamento de imóvel se fazem, na maioria, por meio de representantes de corretores que se utilizam do WhatsApp, o que naturalmente causa muita desconfiança.

Para justificar o atraso, as informações que recebo desses representantes é que o banco, ao oferecer juros mais baixos, atraiu grande número de interessados, provocando forte demanda, sem que se tenha preparado para tanto.

Sem contar que a pandemia de coronavírus (covid-19), hoje, serve também como desculpa para tudo.

Já a Ouvidoria do Banco Itaú informa que não dá informações ao vendedor, mas apenas ao comprador.

Com esta reclamação, espero que a liberação do financiamento seja realizada no menor espaço de tempo possível.

Adelto Rodrigues Gonçalves, jornalista profissional (MTb 10.554-SP)
Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP)